Clara (Joana Mocarzel) e Nanda (Fernanda Vasconcellos) em Páginas da Vida (Divulgação/TV Globo)

Com um folhetim em 203 capítulos, Páginas da Vida emocionou o país ao contar muitas histórias. A principal delas era a da pequena Clara (Joana Mocarzel), portadora da síndrome de Down, que tem em 21 de março, o seu Dia Internacional.

A trajetória de Clarinha começou muito antes de ela nascer, com sua mãe Nanda (Fernanda Vasconcellos), que sofreu muito após engravidar acidentalmente. A personagem teve que encarar a rejeição do namorado Léo, pai de Clara, interpretado pelo ator Thiago Rodrigues.

Veja também: Relembre momentos marcantes de Hebe Camargo

Em uma das cenas, ele chega a agredir a personagem de Vasconcellos, já grávida. Assista:

https://www.youtube.com/watch?v=sP1w7o2jFIY

Morando em Amsterdã, nos Países Baixos, ela ainda tentou conversar com ele, explicar a situação, a importância para ela de ter o filho – ela ainda não sabia que estava grávida de gêmeos. Veja:

https://www.youtube.com/watch?v=ky3Lq7a-tvE

Como não teve conversa, Nanda decidiu largar tudo na Europa e voltar para o Rio de Janeiro, sua cidade natal. No Brasil, ela teve que enfrentar a família que apostou nos estudos dela na Europa. A mãe, a vilã Marta, não perdoou a gravidez da filha e não segurou a emoção. A personagem de Lilia Cabral agride e expulsa Nanda de casa. A cena é muito forte.

O pai, Alex (Marcos Caruso) não se posicionou e não defendeu a própria filha da mulher. A solução foi Nanda ficar na casa de Diana (Louise Cardoso). A vizinha socorreu Nanda, grávida de gêmeos e na rua.

E a coisa fazia que ia melhorar e voltava a piorar. Nanda estava conseguindo lidar com a fúria da mãe, compreendendo o momento em que estava vivendo, quando teve uma discussão séria com Marta. A megera descobriu que o pai dos gêmeos abandonou Nanda, que havia dito que ele voltaria. Transtornada com a pressão da mãe, Nanda decide dar uma volta e acaba sofrendo um acidente.

Para ficar ainda mais triste, capítulos antes, Nanda conversava com Alex sobre o futuro com os bebês nascidos. Eles olhavam as roupinhas, inclusive.

Depois de um acidente, a mocinha teve que ser levada para um centro hospitalar, onde teve que dar à luz. Os bebês nasceram bem, porém, a mãe dos gêmeos não resistiu a um sangramento.

Quando a família descobriu que Nanda não resistiu, o drama tomou ainda mais conta da cena.

O momento pós-morte de Nanda foi de cuidar do futuro dos gêmeos Francisco e Clara. Em uma reunião no hospital, Marta decidiu dar a neta para adoção, alegando não ter condições de criar uma criança com síndrome de Down.

https://www.youtube.com/watch?v=uuTgK7-Irjo

A médica Helena (Regina Duarte) acabou adotando Clarinha. Anos depois, Leo, o pai que bateu e abandonou a mãe dos seus filhos, voltou arrependido e querendo recuperar Francisco. Ele acreditou, como toda a família de Nanda que Clarinha havia morrido.

Enquanto isso, Helena criou a menina com todo amor e a defendeu de qualquer preconceito, explicando que qualquer criança tem direito à educação. A novela passa a esclarecer a necessidade das escolas e educadores estarem preparados para lidar com a questão, também.

Porém, o segredo não durou muito. Olivia (Ana Paula Arósio), apaixonada por Léo, prometeu ajudá-lo a se aproximar da filha.

Com o aparecimento de Leo, Helena ficou muito preocupada em perder a guarda da filha.

Como novela precisa ter um final feliz, a reivindicação de Léo na Justiça não adiantou muito. Helena permaneceu com a guarda de Clarinha e Alex continuou sendo o responsável de Francisco. A cena foi marcada por muita emoção e incríveis interpretações, inclusive, da atriz Eva Wilma, em participação especial.

Antes de chegar ao final, vale lembrar que Nanda continuou na novela como um espírito, que costumava aparecer para os seus gêmeos. Veja.

No último capítulo, uma das cenas finais emocionou:

Páginas da Vida foi produzida em 2006 para o horário das 21h da Globo. O autor da trama é o aclamado Manoel Carlos, a direção de núcleo foi de responsabilidade de Jayme Monjardim. A trama foi vendida para cerca de 20 países, como Portugal, Argentina, Venezuela e Equador, por exemplo.

Últimos vídeos do Canal no YouTube