Os 20 anos da RedeTV! no #TBTdaTV desta semana

Neste feriado de 15 de novembro, Dia da Proclamação da República, a RedeTV! completa oficialmente 20 anos no ar. Sua estreia ocorreu em 1999, quando o dia de folga caiu numa segunda-feira e seus primeiros programas foram o noticiário Brasil TV, com uma entrevista exclusiva do então presidente da República Fernando Henrique Cardoso a Júlio Mosquéra, e o infantil Galera da TV, com Andréa “Sorvetão” Faria. O #TBTdaTV relembra nesta semana alguns pontos da trajetória de 20 anos da RedeTV!.

“Uma opção de qualidade na sua TV”

No início, a RedeTV! pretendia fazer frente às emissoras concorrentes com uma grade diversificada, que apostava em filmes e séries clássicos, programas de variedades, jornalismo e esportes. Juca Kfouri comandava nos domingos à noite o Bola na Rede, junto de Angelita Feijó, e as partidas da Liga dos Campeões da UEFA eram exclusivas da emissora. E não apenas havia espaço para as muito conhecidas Jeannie É Um Gênio e A Feiticeira como também para o sucesso da época, Friends, então na metade de sua trajetória de dez temporadas. Havia filmes em todos os dias da semana, pelo menos um, chegando a quatro aos domingos: três entre a tarde e a noite e um no fim da noite. O responsável pela seleção dos títulos e pela apresentação de sessões interativas era o recentemente falecido crítico Rubens Ewald Filho, a saber.

O matutino A Casa É Sua, inicialmente apresentado por Valéria Monteiro, logo passou para a tarde e teve no lugar dela as presenças de Castrinho, Meire Nogueira e Sônia Abrão. Durante passagens de Sônia pelo SBT e pela Record TV, nos anos 2000 o programa ganhou novos contornos com Clodovil Hernandes à sua frente. O Superpop, lançado com Adriane Galisteu e depois relançado com Luciana Gimenez, mudou seu perfil no decorrer do tempo. Todavia, sempre foi um dos carros-chefes da grade nos 20 anos de RedeTV!.

O jornalismo do início da RedeTV!

Havia três telejornais diários: além do matutino Brasil TV, o vespertino RTV, o Jornal da TV! (posteriormente rebatizado como RedeTV! News). Aos domingos ia ao ar o Leitura Dinâmica, único que sobrevive com o mesmo nome e formato desde o começo, embora sua periodicidade tenha passado de semanal a diária. Seu apresentador inicial foi o hoje âncora da CBN, Milton Jung. Não esqueçamos o TV Economia, apresentado às 22h15min de segunda a sexta por Denise Campos de Toledo.

“A rede de TV que mais cresce no Brasil”

Com o passar dos anos, a RedeTV! foi deixando de lado a grade do princípio e lançou-se nos investimentos em programação popular, que lhe trouxeram grande retorno. Programas como o TV Fama, outro que sobrevive há duas décadas, passaram a ter uma “pegada” mais abrangente, com Monique Evans e Paulo Bonfá e, depois, com Nelson Rubens e variadas companheiras na apresentação. O tom passou a ser bem diverso do inicial, quando o programa era apresentado por Mariana Kupfer. O Interligado, que lançou Fernanda Lima, mudou de apresentadora para Fabiana Saba e trocou de estilo com o decorrer do tempo, tornando-se Interligado Games.

Mas talvez a mais sensível das mudanças tenha ocorrido com o Te Vi na TV, de João Kléber. Misto de musical e humorístico, com entrevistas, era exibido às segundas-feiras à noite. A personagem Charlotte Pink, que João encarnava ao som de Gloria Gaynor, era um dos destaques, junto à presença da Banda Karnak ao vivo no estúdio. No entanto, não tardou para que o programa mudasse de nome (para Eu Vi na TV) e apostasse em quadros como o “Teste de Fidelidade”, que teve Patrícia Limonge e Márcia Imperator entre suas estrelas. Em virtude de seu sucesso no quadro, a segunda teve carreira de êxito no cinema adulto.

Alguns destaques dos 20 anos da RedeTV!

Diversos programas são marcantes na trajetória de 20 anos da RedeTV!. Amaury Jr. esteve na emissora com seu programa de entrevistas de ricos e famosos, egresso da Band. Luisa Mell e seu Late Show ganharam notoriedade com a abordagem da proteção aos animais. Luciana Gimenez conduz o Superpop há bastante tempo, ganhou o Luciana By Night e a “outra primeira-dama” da emissora, Daniela Albuquerque, apresentou o Manhã Mulher e tem também o Sensacional. Com ela no primeiro estiveram Arthur Veríssimo e Keila Lima. Repórter Cidadão e Operação de Risco foram atrações direcionadas ao público interessado em jornalismo policial, ao estilo Cidade Alerta. As séries clássicas Dallas e Jornada nas Estrelas também foram ao ar na RedeTV!, bem como Dexter, Andrômeda e Buffy – A Caça-vampiros. Com efeito, não podemos esquecer a presença de Hebe Camargo, a Rainha da Televisão Brasileira, no cast da RedeTV! no início dos anos 2010.

Mariana Godoy Entrevista trouxe a conhecida jornalista à frente de um prestigiado talk show. Otávio Mesquita e Marília Gabriela também fizeram parte do time da emissora, pouco depois da inauguração. Ele com seu Perfil e ela com o Gabi. Pânico na TV atraiu bastante atenção nas noites de domingo. Posteriormente trocou a RedeTV! pela Band e foi substituído pelo Encrenca, bastante semelhante em alguns aspectos. Não apenas manteve, como ampliou a audiência. No campo do humor, só para exemplificar, Vila Maluca, Miguelito, as pegadinhas de Te Peguei, Feira do Riso (nome de um programa do SBT nos anos 1980) e Saturday Night Live foram algumas das apostas. No Mega Senha, Marcelo de Carvalho desde 2010 faz valer sua porção Silvio Santos à frente de um jogo que envolve conhecimento e sorte.

Nos 20 anos da RedeTV!, a teledramaturgia foi pouco explorada, mas teve bons momentos

Nos 20 anos da RedeTV!, a emissora de Amilcare Dallevo Jr. e Marcelo de Carvalho pouco investiu em novelas ou minisséries. Mas exibiu algumas produções independentes, de responsabilidade da agência Talentos Brilhantes. Caminhos da Fama e Aventuras em Cabo Frio foram ao ar no começo dos anos 2000. Anteriormente, O Sonho de Luiza inaugurou o ciclo. Betty, a Feia, sucesso na Colômbia, chegou ao Brasil em 2002 e obteve grande audiência. Desde então a RedeTV! já a reexibiu em duas ocasiões. Além disso, no rastro de seu sucesso o SBT exibiu uma versão mexicana, A Feia Mais Bela, e a Record TV produziu Bela, a Feia. Outras novelas estrangeiras exibidas pela emissora, só para exemplificar, foram Pedro, o Escamoso, Gata Selvagem e Paixões Ardentes.

20 anos da RedeTV!: infelizmente problemas de percurso se avolumaram nos últimos tempos

De algumas semanas para cá, como se não bastasse algum preconceito existente em relação à emissora, em virtude da popularização de sua programação, a RedeTV! tem passado por problemas que envolvem demissões e cortes de gastos. Só para ilustrar, programas exibidos após as 22h deixarão de ser transmitidos ao vivo até segunda ordem, a fim de fazer economia de energia. Ademais, o departamento de jornalismo da emissora para com o fim do expediente de sexta-feira e só volta à ativa na segunda-feira. De maneira que nem os costumeiros plantonistas permanecem em atividade nos finais de semana e feriados.

Outro ponto de crítica, que não é hoje, é a presença de igrejas e locatários na grade, ao passo que as concorrentes não recorrem ao mesmo expediente. Pelo menos, não na mesma intensidade, digamos assim. No entanto, é bem verdade que a emissora tem substituído em diversos horários os programas de terceiros por reprises dos próprios. Inclusive telejornais, a saber. Tomara que a RedeTV! não dê prosseguimento ao estigma que assola o Canal 9 de São Paulo, cujas ocupantes anteriores (TV Excelsior e TV Manchete) sucumbiram.