Em modernização do jornalismo da Record TV, Celso Freitas se garante: “Sou um entusiasta da tecnologia”

Veterano da comunicação e do jornalismo, Celso Freitas, os 65 anos, se garante em novo modelo de jornalismo da Record TV, que, munida tecnologicamente, chega para se integrar às novas mídias e também para se aproximar do telespectador. “Sou um veterano inquieto porque o desafio é a gente poder se adaptar e a trafegar informações nas diversas plataformas. Cada uma delas tem características de tempo, especificidade, e, é óbvio que estar trafegando é algo da marca do Jornal da Record, algo que construímos ao longo desses 13 anos, junto ao publico, junto à critica e combatendo e saciando o publico consumidor de informação das fake news. Hoje a credibilidade do Jornal da Record tem alto valor“, ressaltou o profissional, com mais quase 40 anos de carreira.

No comando do Jornal da Record há 13 anos, Celso Freitas inaugura, então, a partir desta segunda-feira (9), a nova fase, que se reposiciona na grade da emissora com boletins durante a programação e muito mais interação com o público, dinamismo e precisão na hora de informar o telespectador. O jornalista garante, com sua experiência, que não somente os jovens estão bem inseridos nas novas plataformas de informação.

Celso Freitas e Adriana Araújo apresentando o Jornal da Record (Foto: Reprodução/ Record TV)

Tem muita gente de idade utilizando-se das novas plataformas, buscando acesso ao que está acontecendo. Obviamente que tem toda uma nova geração que tem uma facilidade muito maior, talvez os mais idosos tenham um senso critico maior e os jovens nem tanto, mas, o mais importante é que o Jornal da Record estará nessas novas mídias trafegando com a informação, e, não só de uma forma ditatorial, entregando algo que o consumidor possa se manifestar, comentar, criticar e acrescentar alguma coisa positiva àquela informação que está sendo veiculada“, ressaltou.

Questionado sobre a sua relação com a tecnologia, Freitas, mesmo não sendo adepto do Instagram e do Twitter, afirma que acompanha as novidades e participa do que lhe é proposto através de seu trabalho na Record TV. “Eu acompanho, eu participo da interatividade que tem através do R7 e Facebook, com o conteúdo que a gente vai explorar no dia a dia. Como entusiasta de tecnologia, eu sou, de longo tempo. Eu fui pioneiro na área de apresentação na tecnologia da comunicação e programa de televisão, hoje eu abandonei a produção de conteúdo, mas sou entusiasta, acompanho todas as novidades, acho que para qualquer jornalista é um desafio entender esses novos tempos, essas novas ferramentas“, revelou.