“Mensagem educativa para o Brasil”, afirma Camila Farani sobre a 4ª temporada do Shark Tank

O canal Sony estreou na noite dessa sexta-feira (28) a 4ª temporada do Shark Tank Brasil, reality de negócios apresentado por Erick Krominski. No time de tubarões de estão Cristiana Arcangeli, Caito Maia, João Appolinário e Camila Farani, um dos maiores nomes do investimento-anjo do Brasil. Em entrevista ao Observatório da Televisão a empresária falou dos desafios de ingressar em mais uma temporada do reality, a importância e contribuição dele para a educação empresarial. Confira:

Questionada sobre as novidades do Shark Tank, Farani é só elogios. “Eu venho desde a primeira temporada, o programa teve uma curva de melhorias, sem duvida nenhuma. Os empresários e empreendedores, os próprios sharks estão com o faro muito mais apurado, tem um refinamento não só do ponto de vista da educação, mas do ponto de vista de entender o negócio do outro“, explicou.

Shark Tank Brasil 4 Temporada
Shark Tank Brasil 4ª Temporada (Divulgação)

Quando o assunto é a mensagem final que o programa transmite ao telespectador, Camila Farani aponta para a aprendizagem. “Eu faço isso [avaliar projetos] há dez anos. No fim, quem está lá sendo avaliado pensa que nós somos o ‘todo poderoso’, mas nós aprendemos muito e com isso fica uma mensagem para o Brasil todo, uma mensagem educativa de como abrir negócio, manter negócio e fazer negócio“, contou a profissional.

E completou: “Eu vejo pessoas que deixaram seus empregos ou programas de demissão voluntária e decidiram abrir negócio por assistir o Shark Tank. Mensagem por mensagem,olha, eu adoro MBA, sou professora de MBA, mas eu acho que é importante como um programa de TV consegue levar não só entretenimento como também educação e fazer o bem. Shark Tank foi um diferencial na minha vida e acho que é para o país também“, afirmou.

Sobre mesclar negócios com televisão, Camila Farani conta que demorou, mas se acostumou com as câmeras. “Na primeira temporada e na segunda, foi bem desafiador. Estar exposta a todo o tipo de opinião publica e, de fato, saber que tem haters, faz parte do processo, eu acho mesmo que as pessoas de TV tem que passar por isso, mas eu cresço muito [trabalhando na TV], estou apaixonada, a TV virou uma cachaça“, disse ela, brincando.