TV no Mundo | Confira versões de novelas e séries brasileiras pelo mundo

Hoje vamos falar sobre um tema muito interessante, adaptações de produções brasileiras, no exterior. Sim, o Brasil, apesar de receber muito formatos estrangeiros quando se trata de televisão, também é um exportador. Alguns países já adaptaram produções brasileiras para a sua audiência local.

Isso ocorreu por uma tendência mundial de produzir conteúdo local, com mão de obra, com artistas do próprio mercado em questão. Assim, por exemplo, países como Chile e Peru e até mesmo o Equador voltaram a investir com mais força em teledramaturgia.

Veja também: TV no Mundo | Confira como emissoras estrangeiras cobrem eleições

Vale lembrar que a TV brasileira, historicamente, mesmo já adaptou muitos textos da dramaturgia cubana, mexicana, argentina e até peruana. Muitas telenovelas exibidas, aqui, no Brasil, foram idealizadas em outros países da América Latina. Exemplos? Pérola Negra, O Direito de Nascer, Pícara Sonhadora, Simplesmente Maria, Chiquititas etc.

Nos anos 2000, por exemplo, a Globo, maior produtora de conteúdo nacional, produziu em seus estúdios no Rio de Janeiro uma novela inteira em espanhol. A versão hispânica de Vale Tudo foi encomendada pela Telemundo, segundo canal mais importante para os latinos nos Estados Unidos.

A versão foi um fracasso de audiência e crítica. Com isso, os dois parceiros não voltaram a coproduzir tão logo. Somente em 2010, a emissora brasileira entrou em um acordo com a rede americana para produzir em espanhol O Clone. A versão hispânica foi produzida por colombianos. A Colômbia, aliás, é um dos maiores produtores de dramas do continente.

Veja também: TV no Mundo | Novelas épicas ganham espaço no Brasil e no mundo; entenda por quê

Adaptada à realidade americana, El Clon não foi um grande sucesso. Eu mesmo assistir, compreendi a adaptações todas ao estilo mexicano, os protagonistas são astecas, mas faltou a magia do original.

Mais remakes

Mas, com tudo isso, a novela atendeu às expectativas da Globo e da Telemundo. Como prova disso, as duas empresas voltaram a trabalhar juntas no remake de Fina Estampa. A versão ficou muito semelhante, mas com uma narrativa mais focada na trama central, como é comum nas novelas hispânicas.

Já que a gente está falando de Telemundo, a mais nova produção dela, com texto brasileiro, é Amores Roubados. A minissérie foi exibida com sucesso pela Globo em 2014, e chamou a atenção dos executivos americanos. Curiosamente, a trama, que ainda nem estreou, ganhou um nome em inglês: Doomed e terá Margarita Rosa de Francisco como protagonista.

Recentemente, o México apostou na literatura brasileira. A Televisa, com o seu canal Las Estrellas, viu em um clássico brasileiro. O Bem-Amado, de Dias Gomes, ganhou uma versão asteca, com uma plástica muito bonita. A trama, mais reduzida, não foi realizada em parceria com a Globo.

Mais literatura brasileira

Agora, há uma expectativa para que o gigante mexicano estreie Dona Flor e Seus Dois Maridos, uma obra prima de Jorge Amado. O texto, obviamente, será adaptado para a realidade do México, mas preservará detalhes importantes, como a sensualidade dos personagens.

Já houve também produção em inglês, com a versão de Como Aproveitar o Fim do Mundo? Do canal americano CW, conhecido por exibir séries como The Vampires Diaries. Lá a produção se chamou No Tomorrow e foi completamente adaptada para o mercado anglo.

Por falar em séries, não há como não citar Supermax. A trama estreou no Brasil, como marco e afundou na audiência. Mas a Globo já havia fechado acordo com quatro países diferentes, todos de língua espanhola, para realizar uma nova versão. A produção, no entanto, não repercutiu como se anunciou.

Mas claro que essa adaptações todas reforçam o talento brasileiro para criar produtos televisivos de patamar internacional. Agora, com os produtores em busca de redução de custos de suas superproduções e demanda forte por esse tipo de conteúdo, a tendência é mesmo realizar parceria e produzir também localmente. E é importante considerar a forte concorrência no segmento, com uma oferta monstruosa.

Por hoje, é isso. Se você gostou, curta o vídeo, compartilhe, deixe sua opinião nos comentário. Obrigado e até a próxima.