Cátia Fonseca estreia na Band e revela o que a fez sair da TV Gazeta


Cátia Fonseca tem seu nome entre os mais comentadas na mídia televisiva desde o final do ano passado quando assinou contrato com a Band para comandar o Melhor da Tarde. Sempre sincera e atenciosa com todos, a apresentadora mostrou empolgação e entrosamento com os novos amigos e colegas de casa e atendeu toda a imprensa presente na festa de lançamento da nova programação da emissora. Em conversa com a reportagem do Observatório da  Televisão, a apresentadora falou sobre os assuntos que envolveram seu nome, concorrência, novidades do mais novo vespertino da Band e o que realmente a fez trocar a TV Gazeta pela Bandeirantes.

Confira:

Pelo brilho nos olhos você está muito feliz, é isso mesmo?


Olá, muito bom falar com vocês, eu sempre acompanho o Observatório da Televisão. Olha, bota felicidade nisso, acho que a felicidade maior é ter essa oportunidade que a Band me deu agora de poder fazer algo que eu nunca fiz, quando me perguntam se vou fazer a mesma coisa que eu fazia, eu falo não, o jeito que eu vou fazer o Melhor da Tarde é um jeito que eu nunca fiz e isso tem me dado uma alegria muito grande, acho que o brilho nos olhos vem daí.

Como foi o processo de montagem da equipe, você trouxe o Aaron, por exemplo, que era de outra emissora?

A atitude que eu tive desde o início era de não desfalcar ninguém, eu não queria isso, me perguntaram porque eu não trouxe o Fefito, ele tem contrato com a TV Gazeta, eu não queria desfalcar ninguém, então essa foi a ideia, cada um faz o seu melhor trabalho e, a minha ideia é fazer o melhor trabalho e para isso a gente não precisa desfalcar ninguém. Também não sai pegando gente de outras produções na Band, nossa equipe é toda zerada, toda nova.

O formato do Melhor da Tarde ficou do jeito que você queria ou você só vai conseguir fazer essa análise depois da estreia?

Está bem melhor do que eu queria, quando você tem uma equipe com uma bagagem muito grande de produção, pra você ter uma ideia, a gente senta pra fazer um trabalho de pauta as ideias vão se multiplicando e isso é muito bom, você vê uma equipe de vinte pessoas no gás, desde o estagiário até o diretor, o assistente do diretor, todo mundo, acho que esta vontade de fazer o melhor é o que vai poder ser visto no Melhor da Tarde.

Qual o real motivo que te fez aceitar a proposta e mudar de emissora?

Primeiro foi a oportunidade de fazer algo com total liberdade no qual eu acredito, e isso faz total diferença, Sabe aquela história de você poder montar a sua equipe desde a primeira peça até a última?  Buscar no mercado os melhores profissionais? A gente fez isso. Outra coisa importante foi a gente traçar junto com a direção da Band tudo aquilo que a gente pode fazer. A gente pôde fazer também parcerias com a Rádio Nativa e com a Band FM, com afiliadas da emissora, porque a gente mora numa cidade onde a gente pensa só no nosso estado, só que o nosso país é tão grande e são várias realidades e a gente também vai fazer isso com as nossas afiliadas e acho extremamente importante. Foi o conjunto disso tudo que que me fez olhar melhor e pensar. É essa possiblidade de estar em todos os cantos e trazer a internet como interatividade com o público.

No final do ano passado a imprensa noticiou a contratação de Cátia Fonseca pela TV Bandeirantes, fato desmentido em vídeo minutos após a circulação da notícia. Logo após toda a repercussão e poucas horas após o desmentido, a antiga apresentadora do Mulheres anunciou oficialmente sua ida para a emissora do Morumbi causando a revolta dos internautas e dos jornalistas que apuraram a informação. Sobre isso ela explicou ao UOL no início da semana: ‘Depois que saiu a notícia que eu iria pra Band, eu disse para a direção da Gazeta que não era verdade e eles pediram para desmentir no ar. Foi o que fiz. A proposta da Band veio depois que terminou o programa. Me ligaram, vim pra cá, fizeram a proposta, aceitei e assinei”, justifica a apresentadora.

No final do ano passado durante sua saída da TV Gazeta para a Band você se viu no olho do furação porque o seu nome circulou por todas as mídias. Como você lidou com a críticas?

Fazem bem ou falem mal! Olha, muita gente perguntou se sou mesma que respondo nas minhas redes sociais, claro, eu respondo, faço questão. Eu não peço para ninguém responder por mim, eu gosto de ler, se é uma crítica eu paro e analiso e vejo se tem validade ou não, existe muita gente que me criticou mas me ajudou. Eu acho que temos que aprender, uma vez que trabalhamos em televisão ou na internet -porque os dois têm quase o mesmo peso-  isso vai fazer parte e temos que estar preparados.

Falando em internet, vai ter interatividade com o público no Melhor da Tarde?

Às sextas vamos ter uma mini plateia, são telespectadores que vão fazer parte do Melhor da Tarde, então, é trazer esse público que acompanha a gente, de fato fazendo parte do programa e não só fazendo perguntas, mas participando e sugerindo pauta e dando ideias, vamos para a casa desses telespectadores com o Evandro Santo, vai ser um programa totalmente diferente por este sentindo, porque podemos tudo na TV Bandeirantes, eles não estão proibindo a gente de nada. E fiquem atentos, muita gente ao longo desses anos me pediu uma coisa e vocês vão poder ver essa novidade de volta no Melhor da Tarde.