Diretor do SBT explica por que é caro desenvolver programas; novo horário de novelas ainda está no radar

O diretor de planejamento artístico e criação do SBT, Fernando Pelégio, afirmou que é muito caro desenvolver e realizar todo um programa totalmente brasileiro. O executivo explicou ao Observatório da Televisão que, antes de colocar um programa original no ar, é preciso alinhar uma série de fatores, como audiência, sucesso comercial e aceitação da crítica.

“Para você desenvolver uma coisa que seja palatável ao público, que o público consagre logo de início, você sair de um formato do zero é mais caro que você comprar o formato já testado, então, essa é a vantagem”, explicou Pelégio.

O diretor citou ainda um dos programas de maior sucesso da emissora nos últimos anos, o Bake Off Brasil: “Antes de nós comprarmos, ele já foi testado em vários países do mundo, e comprovou-se o sucesso. Então, para nós vale a pena comprarmos, pagarmos um pouquinho mais pela ideia de outra pessoa, de outra emissora, e fazer aqui do que ficar fazendo tentativa e erro e sair mais caro”, contou.

“O público vai acabar conhecendo um pouco do que sou na minha vida”, declara Carol Fiorentino sobre Bake Off Brasil

Questionado sobre a possibilidade de uma telenovela brasileira adaptada da Televisa para adultos, em um novo horário, Pelégio não descartou um projeto no futuro e explicou que é apenas uma questão de mercado.

“Estamos em estudo, com vontade, mas a conjuntura econômica do Brasil, também, não permite tanto assim. Depende do mercado, nós temos que ter anunciantes fortes, para ter uma programação ainda mais forte”, revelou.

Assista à entrevista completa no vídeo acima.