Amanda Klein no É Notícia
Amanda Klein no É Notícia (Divulgação/ RedeTV!)

O Deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) participa do É Notícia desta terça-feira (12), à 00h30, na RedeTV!. Durante entrevista à jornalista Amanda Klein, o político falou de temas como segurança, entre outros.

Veja também: Flávia Viana sobre relacionamento com Marcelo Ié Ié: “Não desistimos da gente”

Eleito com mais de 1,8 milhões de votos por São Paulo, Eduardo Bolsonaro também comentou sobre o pacote anticrime do ministro Sérgio Moro. Além disso, ele detalhou sua relação com o vice-presidente Hamilton Mourão.

A conversa entre o deputado e a jornalista da RedeTV! foi gravada na tarde de hoje, em Brasília.

“Padre sertanejo” estreia com boa audiência na RedeTV!

Não é só na Record que o apelo à religiosidade dá bons resultados em termos de audiência. A RedeTV! também alcançou índices satisfatórios com a estreia, na manhã desta segunda-feira (11), do programa “Padre Alessandro Campos”. A atração é protagonizada pelo sacerdote católico que lhe dá nome, conhecido como “o padre sertanejo do Brasil”.

Segundo informações do colunista Ricardo Feltrin, o programa musical católico debutou com média de 1 ponto na Grande São Paulo. Os números, vale ressaltar, são prévios e podem variar para índices maiores ou menores nos dados consolidados. Mesmo assim, trata-se de uma ótima marca para os padrões do canal de Amílcare Dallevo.

Leia mais: Com “padre sertanejo”, RedeTV! muda, mais uma vez, suas manhãs

Para se ter uma ideia, no mesmo dia e horário da semana passada, a RedeTV! havia registrado apenas 0,8 ponto. Além disso, os números do “padre sertanejo” são significativamente superiores à média da emissora em horário comercial – apenas 0,6 pontos. A continuar nessa linha, a empreitada tem tudo para se revelar bem-sucedida.

Não é a primeira vez que Alessandro Campos comanda um programa num canal que não tenha cunho religioso. Além de viajar por todo o país com sua agenda de shows, ele já apresentou outras atrações em emissoras declaradamente católicas, como Rede Vida e TV Aparecida, e também em redes de programação mais eclética, a exemplo da Gazeta.