“É uma farsa imaginar que os CDs caíram de moda”, opina Agnaldo Timóteo no Ritmo Brasil
Agnaldo Timóteo, Daniela Albuquerque, Faa Morena e Rodrigo Marim no Ritmo Brasil (Divulgação/ RedeTV!)
No ‘Ritmo Brasil’ deste sábado (10), Faa Morena recebe os cantores Rodrigo Marim e  Agnaldo Timóteo e a também apresentadora Daniela Albuquerque. Ícone do gênero romântico, Agnaldo já lançou mais de 50 CDs e durante o papo fala sobre a migração dos discos para a internet, demonstrando otimismo. “Eu vou para a praça em [Duque de] Caxias e vendo 500 CDs em uma   manhã e tarde. Então isso é uma coisa que eu tenho que mostrar paras as gravadoras, é uma farsa imaginar que os CDs caíram de moda”, pontua.
Leia também: Queda na audiência sinaliza desgaste do Dancing Brasil

Aos 82 anos, o artista relembra episódios de sua carreira, comenta sobre o documentário ‘Eu, Pecador’, que retrata sua vida: “Não dá para fazer um filme com as barbaridades que eu tive que enfrentar para vencer ou perder”. 
Ainda na conversa, Agnaldo, que entrou na política em 1982, fala sobre questões sociais e opina sobre preconceito: “Todo dia ouvimos pessoas reclamando de racismo. Não existe nada mais discriminado que os negros e temos vergonha de nós mesmos, isso é lamentável. Quando deixarmos de ter vergonha de nós mesmos será possível termos um espaço maior no contexto nacional”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor coloque seu nome aqui