Renato Cunha e Sandra Annemberg no Como Será?
Renato Cunha e Sandra Annemberg no Como Será? (Divulgação/ TV Globo)

Inovação e tecnologias digitais a serviço de um mundo melhor. É de olho num futuro mais sustentável que o Como Será? estreia neste sábado, dia 3, o quadro ‘Expedição Digital’. Em 10 episódios com reportagens de Renato Cunha, a nova atração vai mostrar projetos desenvolvidos para as áreas de saúde, sustentabilidade, agricultura, solidariedade, moradia, educação, acessibilidade, cuidados e preservação ambiental e mobilidade.

A estreia mostra atrações inovadoras disponíveis ao público do Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro. Renato apresenta experiências desenvolvidas com o objetivo de transformar a forma de pensar dos visitantes, como o colaborativo Jogo das Civilizações, que busca garantir um mundo sustentável no futuro, e a Íris, um sistema criado com inteligência artificial. “A gente sabe que a tecnologia já faz parte do dia a dia das pessoas. Como elas interagem com esse mundo digital e como esse digital pode ajudar realmente as pessoas é o que será mostrado no ‘Expedição Digital’, explica o repórter.

Leia também: Protagonista de trama das 21h, Emílio Dantas terá três visuais diferentes


Em outra reportagem que trata do acesso à tecnologia, um professor de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, explica como criou um projeto pioneiro para deixar os conhecimentos digitais mais acessíveis aos estudantes de escolas públicas de todo o país.

A saúde financeira dos idosos é o tema da série ‘60+’. No estúdio, Sandra Annenberg recebe o economista e consultor Samy Dana e representantes de diferentes faixas etárias – dos 20 aos 80 anos – sobre a importância do planejamento orçamentário ao longo da vida para uma velhice tranquila. Eles também conversam sobre situações em que os idosos sustentam suas famílias ou quando eles precisam de ajuda financeira dos filhos. Para ilustrar o bate papo, a série exibe reportagem que mostra como uma idosa foi capaz de sanar suas finanças com ajuda especializada.

Alexandre Henderson mostra diferentes modelos de hospedagem para viajantes no ‘Hoje é dia de… dormir na casa dos outros’. Ele visita a casa do engenheiro Márcio Mello para entender o funcionamento do couchsurfing, modalidade em que o anfitrião abre a porta de sua casa sem cobrar nada e do guia de turismo Carlos Aires, que aluga seu apartamento através de um site. O repórter também conhece a história de gente que negocia a própria casa na hora de viajar e que troca trabalho por hospedagem.