Programa do Porchat entrevista o polêmico jornalista esportivo Juca Kfouri nesta quinta

Programa do Porchat
Juca Kfouri e Fábio Porchat (Divulgação/ RecordTV)

Um dos jornalistas esportivos mais respeitados – e polêmicos – do país, Juca Kfouri nunca teve medo de dizer o que pensa. “Jornalista tem que pôr o dedo nas feridas. Para enaltecer as coisas, tem os publicitários”, dispara o entrevistado de Fábio Porchat desta quinta-feira, 09/11. Pela primeira vez no sofá do Programa do Porchat, o colunista conta fatos de bastidores das coberturas de eventos importantes dos quais participou e dá sua opinião sobre os escândalos envolvendo dirigentes esportivos e políticos do país.

Leia também: Caso William Waack: posição transparente da Globo é digna de aplausos

Se, por um lado, a coragem que o tem acompanhado em sua trajetória profissional lhe rendeu várias histórias, por outro Juca revela que não foi fácil ter determinação para divulgar sua opinião aos seus leitores. Ao longo de seus quase 50 anos dedicados à carreira, ele já incomodou muita gente poderosa. E nem assim se intimidou. “Já me ameaçaram, prejudicaram, já me processaram mais de 100 vezes”, diz. “Medo a gente tem, mas, ao mesmo tempo, você tem que ter a coragem de fazer com que o medo não te paralise”, confessa.


Durante o bate-papo, o convidado ainda comenta as gafes cometidas por alguns colegas de profissão no ar e fala sobre o que o público pode encontrar em seu novo livro, “Confesso Que Perdi – Memórias”.

O talk show exibe também o quadro Bota a Mãe no Meio com a brincadeira “Quem Sou Eu?”.