Cantor Otto debate cinema com o apresentador Raí no Mostra Cinefoot

Mostra Cinefoot
Raí, Rodrigo Rodrigues e Otto debatem cinema no Cinefoot (Divugação/ Canal Brasil)

Nesta quinta-feira, dia 9, o apresentador Raí recebe o jornalista Rodrigo Rodrigues e o cantor Otto na Mostra Cinefoot, a partir das 19h, no Canal Brasil. Os três debatem o tema “o futebol fora do eixo Sul-Sudeste” a partir dos filmes “Amazonas — O Jogo da Bola” e “Zahy — Uma Fábula sobre o Maracanã”.

Leia também: Angélica volta a ser ela mesma no Vídeo Game

“AMAZONAS — O JOGO DA BOLA” (2015) (85’)
Horário: Quinta-feira, dia 9 de novembro, às 19h
Direção: Chicão Fill
Classificação: Livre
Sinopse: Longe do foco de Sul e Sudeste, que dominam o velho e violento esporte bretão com seus craques e investimentos grandiosos, o Amazonas abriga uma torcida fanática e guarda muitas histórias sobre o nascimento do esporte no Brasil.


O filme convida intelectuais locais para resgatar a história do esporte no estado. Os entrevistados relembram o primeiro jogo de que se tem relato no país, no século 18, e a importância da produção da borracha como matéria-prima das bolas, até então feitas com trapos, material precário para a realização de uma partida. O documentário aponta a influência da imigração inglesa na região, com concessionárias contratadas para tocar obras de hidrelétricas, infraestrutura e transporte público, para o início da profissionalização do futebol, até então jogado sem regras claras por tribos indígenas. Além disso, os historiadores lembram a criação dos primeiros clubes sociais de Manaus, formados por imigrantes e brasileiros recém-chegados da Europa, e alegam que a capital do estado foi pioneira na promoção de competições. Com um riquíssimo material de acervo de fotos e vídeos, o filme mostra os primórdios da profissionalização do esporte na região e a criação de times como Fast, Rio Negro e Nacional.

“ZAHY – UMA FÁBULA SOBRE O MARACANÔ (2012) (6’)
Horário: Quinta-feira, dia 9 de novembro, às 20:25
Direção: Felipe Bragança
Classificação: Livre
Sinopse: Zahy Guajajara, de 23 anos, é uma das líderes de uma aldeia localizada ao lado do estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. Criada em 2006, o conglomerado ocupava a área do antigo Museu do Índio. O filme faz uma crítica ao governo pelo projeto de construção de um shopping no lugar, reivindicado pelas etnias que ali residiram para abrigar a primeira Universidade Indígena do Brasil. No vídeo, a pajé e contadora de histórias Zahy lança um novo olhar sobre o espaço onde viveu e resistiu. A protagonista também ajudou no roteiro da produção.