Paralamas do Sucesso e tributo a Michael Jackson agitam o Altas Horas 

Serginho Groisman apresenta o Altas Horas
Serginho Groisman apresenta o Altas Horas (Divulgação)

Um tributo ao maior astro do pop da história e a presença da banda que marcou gerações e virou trilha sonora da vida de muitos brasileiros. As atrações musicais do ‘Altas Horas’ deste sábado, dia 9, prometem. Enquanto Luiza Possi relembra clássicos de Michael Jackson, os Paralamas do Sucesso levantam a plateia com suas canções inesquecíveis. No bate-papo, Serginho Groisman recebe a atriz Carla Diaz, no ar como Carine em ‘A Força do Querer’; a campeã mundial de artes marciais mistas, Cris Cyborg; e o apresentador e preparador físico Marcio Atalla, que compartilham histórias da carreira e informações sobre saúde e bem estar. O programa também conta com a participação do primeiro brasileiro a integrar o Royal Ballet de Londres, o dançarino Thiago Soares.

Em turnê pelo Brasil com o cinturão recém-conquistado, Cris explica como é ser mulher e lutadora. “Normalmente encaro brincadeiras positivas. Os caras dizem: ‘Não vamos mexer com ela!’, ou ‘Como será que chegam nela?’”, conta a peso-pena, que está invicta há 12 anos. “Sempre gostei de esporte. Na escola, fazia handebol e atletismo, mas só decidi ser lutadora aos 19 anos. Um dia, um faixa preta me disse que eu poderia ter sucesso e ficou cobrando que eu fosse na academia. Participei de uma aula de muay thai e gostei. Seis meses depois, fiz minha primeira luta, aí senti que tinha nascido para isso”. Cris considera importante o protagonismo feminino em competições como essa: “Gosto de mostrar que a mulher pode ter técnica e lutar melhor que os homens”.

Em conversa com Marcio Atalla, Carla Diaz revela que se preocupa com a alimentação principalmente por causa do trabalho. “Entrei na televisão com 2 anos e na publicidade, com 1. Como cresci aos olhos do público, todos acompanharam minha evolução”. A atriz admite que está vivendo uma fase muito importante de sua carreira: “Tive a oportunidade de pegar personagens que marcaram diferentes gerações e descobri, ainda nova, o que eu queria para minha vida: viver a paixão de atuar. Agora, voltei com tudo”.


No programa, Thiago Soares mostra seu talento ao interpretar uma dança forte, emocionante e com vertentes do hip hop, estilo musical no qual começou a carreira. “Um grande amigo me incentivou a dançar em um grupo de balé sem meninos. E aí virou minha vida”, explica ele, que mora em Londres desde 2000. “A indústria da música clássica é muito pesada. Temos a vida do atleta, do ator e do bailarino. É um treinamento específico, com a parte física muito estruturada”.

O ‘Altas Horas’ vai ao ar aos sábados, após o ‘Zorra’.