Câmera Record mostra os bastidores das principais tropas de elite no combate ao crime organizado

Câmera Record
Câmera Record (Divulgação)

O Câmera Record deste domingo (10/09), às 23h15, mostra, com exclusividade, os bastidores de uma ação da elite da Polícia Civil – a Core – em uma operação na comunidade do Jacarezinho.

Com apoio de caveirões e de um helicóptero blindado, a equipe do programa entrou no chamado “território proibido” do Jacarezinho. As marcas de tiros de fuzil se espalham pelos becos e vielas.

“O traficante usa armas de guerra. As mesmas que são usadas no Afeganistão, na Síria e no Iraque,” diz o delegado da Core Rodrigo Oliveira.


O que os policiais não esperavam é que esse armamento de guerra fosse atingir um deles: o policial Bruno “Xingu” Buhler, de 36 anos, morreu ao ser baleado em frente à equipe do Câmera Record.

“O Bruno era um policial formidável, uma pessoa por quem a gente tinha um carinho especial, um respeito muito grande e, sem dúvida alguma, uma pessoa insubstituível,” lamenta o delegado.

Na fronteira com o Paraguai, o Nepom – a chamada “Elite das Águas” – combate diariamente o tráfico de drogas e o contrabando no rio Paraná.

Para isso, os policiais treinam táticas de guerra que garantem o máximo de eficiência e o mínimo de impacto na sociedade.

Além disso, o Brasil também conta com uma das forças de guerra mais preparadas do mundo. Os Mergulhadores de Combate da Marinha passam por uma rotina extenuante de treinos que poucos militares das Forças Armadas são capazes de suportar.