A genialidade de Nelson Rodrigues é tema de nova série do Fantástico 

Fantástico
Fantástico (Divulgação)

“Quando vivo, Nelson Rodrigues era totalmente desacreditado. Só depois de morto, ele foi reconhecido como gênio”, reflete Fernanda Montenegro. A relação da atriz com o dramaturgo vem de longa data – foram quase 10 anos de convivência na década de 1960 – e será coroada com a estreia da série ‘Nelson Por Ele Mesmo’, no ‘Fantástico’ deste domingo, dia 3. Fernanda é responsável por orientar a interpretação de Otávio Müller nos seis episódios baseados nas crônicas do livro ‘Nelson Rodrigues-Por Ele Mesmo’, organizado por Sônia Rodrigues, filha do dramaturgo.

A série mistura documentário e ficção. “Desde o início, registramos tudo: os encontros entre Fernanda e Otávio, os ensaios e as reuniões da equipe. Misturamos o que estava no roteiro, que é o texto dito pelo Otávio, com as interferências da Fernanda e toda a parte documental. Isso resultou em duas linguagens”, explica o diretor João Jardim. A preocupação de fazer uma quadro popular, também esteve presente. “Conseguimos fazer uma série que fala de Nelson Rodrigues, de suas ideias e do que ele pensava, de maneira engraçada e sofisticada, sem ser erudita ou sisuda”, complementa o diretor artístico Rafael Dragaud. Geraldo Carneiro é o responsável pela adaptação do texto e Walter Carvalho, pela direção de fotografia.

Música também é um tema bem presente no ‘Fantástico’ dessa semana. Ney Matogrosso e a Nação Zumbi se reúnem no estúdio para cantar sucessos da banda ‘Secos e Molhados’ com novos arranjos, além de músicas próprias. É uma prévia do que vão mostrar no Palco Sunset da próxima edição do Rock in Rio.


No penúltimo episódio da série ‘Bem Sertanejo’, Michel Teló reúne Almir Sater e Luan Santana na antiga estação ferroviária de Campo Grande, cidade natal dos convidados. O encontro de estilos e gerações acontece no estado que lançou o movimento “sertanejo universitário”.

A matéria especial da semana lembra os 30 anos do acidente radioativo de Goiânia, o mais devastador já ocorrido no mundo fora de usinas nucleares. Quatro pessoas morreram e mais de mil foram contaminadas por radiação de Césio-137.