Grupo Paralamas do Sucesso lança álbum de inéditas no Fantástico

Fantástico estreia nova abertura e retoma dança:
Fantástico (Divulgação)

Uma visita inédita dos Paralamas do Sucesso vai agitar o estúdio do ‘Fantástico’ neste domingo, dia 13. Herbert Vianna, João Barone e Bi Ribeiro vão ao programa pela primeira vez para lançar seu novo disco de inéditas, “Sinais do Sim”, o primeiro depois de 8 anos. Além das novas músicas “Perplexo”, “O Calibre” e a canção título do álbum, o grupo encanta a plateia com alguns de seus maiores sucessos. “Antes de tocar, eles fizeram um ensaio, mas não conseguiram passar apenas uma ou duas músicas. Eles passaram umas dez, porque plateia e redação sempre pediam mais uma”, entrega a apresentadora Poliana Abritta.

O repertório do show especial incluiu sucessos como “Aonde quer que eu vá”, “Meu Erro”, “Óculos”, “Caleidoscópio” e “Lanterna dos Afogados”. “Estamos juntos há mais de 30 anos. Tem muita gente que nem era nascida quando a gente começou e que está aí, cantando tudo de cor”, comemora Herbert Vianna. “Tudo o que a gente faz é para chegar nesse momento, né? Então, quando chega, a gente não quer mais sair do palco”, brinca Bi Ribeiro. No novo álbum, o trio fala de amor e da situação atual do país. “Esse é um momento muito duro, muito difícil que estamos passando, de saber para onde a gente vai como país, como nação. “Perplexo” e “O Calibre” expressam bem isso”, explica João Barone. Além das inéditas, o grupo incorporou “Que País é Esse?”, do Legião Urbana, ao repertório. “A música foi escrita em 1978 pelo Renato Russo, mas tem tudo a ver com o tempo atual”, justifica Barone. As músicas “O Calibre” e “Óculos” foram gravadas em 360 graus e podem ser conferidas de vários ângulos no site do ‘Fantástico’.

Também em 360 graus, Mari Palma vive experiências esportivas inusitadas na série ‘Fant360’: uma aula de surfe com o campeão mundial Adriano de Souza, o Mineirinho, e outra de automobilismo, com o piloto Rubens Barrichello.


Na reportagem especial da semana, a repórter Elaine Bast fala sobre a recuperação de dependentes químicos, mergulhando na rotina de três pessoas que saíram do fundo do poço: um publicitário bem sucedido que venceu o crack; uma dançarina da noite que foi viciada em cocaína; e um rapaz salvo do crack pelo esforço da mãe.

O domingo também é de despedidas no ‘Fantástico’. O episódio final de ‘Tudo pela Vida – Quando o remédio é tentar o impossível’ retrata as duras situações enfrentadas pelas equipes que trabalham em emergências de hospitais veterinários.

O ‘Fantástico’ vai ao ar na noite de domingo, dia 13, depois do ‘Domingão do Faustão’.