Os Dias Eram Assim
Os Dias Eram Assim (Divulgação)

21 de junho de 1970. Quando Alice (Sophie Charlotte) sai de casa, fugindo dos pais, não poderia imaginar que conheceria o grande amor de sua vida, o médico Renato (Renato Góes). Mas Vitor (Daniel de Oliveira) não pretende desistir da herdeira do império de Arnaldo (Antonio Calloni), de quem é braço-direito na construtora Amianto. Com uma aliança de diamantes, ele resolve apostar alto: vai à casa da jovem e a pede em casamento mesmo depois de ter protagonizado, um dia antes, uma briga feia com a estudante.

“Coisas importantes demais aconteceram ontem entre mim e você. Prefiro ficar só com as boas lembranças que não saem da minha cabeça… E é em nome delas que acho que devemos nos casar o mais rápido possível. Tá aqui o seu anel, Alice”, entrega, na frente de Arnaldo e da mulher dele, Kiki (Natália do Vale). Alice é pega de surpresa. “Ontem? Nós brigamos, como sempre. Será que não entende? Não tem mais jeito, Vitor”, retruca.

A negativa surpreende Kiki e Arnaldo, que se irritam com a filha. Vitor, no entanto, não se dá por vencido. Ele disfarça a raiva e propõe a Alice uma conversa longe dos olhares dos pais. “Atropelei tudo, mas agi assim porque você confundiu, achei que fosse gostar…”, diz. “Tenho direito a uma conversa a sós com você. Vamos sair”. Sem poder dizer não, mas a contragosto, Alice acaba aceitando.


As cenas vão ao ar a partir de quinta-feira, dia 20. ‘Os Dias Eram Assim’ é uma supersérie de Angela Chaves e Alessandra Poggi e tem direção artística de Carlos Araújo. Ambientada no Rio de Janeiro, entre as décadas de 1970 e 1980, da repressão às Diretas Já, a trama vai mostrar a vida de pessoas comuns e seus amores afetados pelo contexto histórico do Brasil na época. E de como este momento foi capaz de interferir em vidas, sonhos e histórias de amor.