Roupa Nova no Mariana Godoy Entrevista: “A gente briga e o coro quebra, mas tenho certeza que a gente se ama muito”

Mariana Godoy Entrevista
Mariana Godoy Entrevista (Divulgação/RedeTV!)

Completando o 36º ano de carreira, a banda Roupa Nova participa do primeiro ‘Mariana Godoy Entrevista’ de 2017. Com mais de 20 milhões de cópias vendidas ao longo desta trajetória, o sexteto fala sobre o último trabalho, “Todo Amor do Mundo”, que mostra de forma conceitual e autobiográfica o início do grupo.

“A gente imaginou um produto diferente num momento difícil, em que a venda está complicada. Perdemos a noção de como se vende música no mundo, então partimos para uma coisa que pensávamos há muito tempo”, explica Nando. “[O projeto traz] uma história narrada pelos componentes do Roupa Nova. Ele começa no presente, onde um ser mágico chamado ‘vida’ nos transforma em um menino. Esse menino seria um alter ego dos seis integrantes e os leva de volta para os anos 60, onde os garotos sonham em ser músicos. Primeiro amor, primeira transa, primeira vez que vimos droga, pressão em casa… Cada cena dessa está representada em uma das músicas”, afirma o baixista.

Ricardo Feghali comenta sobre o sucesso da banda e se anima ao falar sobre o público jovem que os segue, mesmo após tanto anos de carreira: “Temos 36 anos de estrada e, da faixa etária que nos acompanha hoje em dia, 75% é uma garotada entre 14 e 25 anos. Isso é muito legal”.

Sobre a identidade do Roupa Nova, o vocalista Serginho diz que, mesmo com o avanço das tecnologias e a modernização de todos os processos, eles tentam sempre manter a personalidade da banda. “Por mais que a gente busque o novo, temos um carinho pela maneira que cantamos e tocamos. Ela é um carimbo, é a sementinha que conseguimos plantar desde que surgimos”, conta.


Integrando uma das bandas com formação original mais antiga do país, Nando fala sobre as dificuldades que eu grupo encontra e desabafa: “É complicado manter isso aqui, preservar o espírito. E, apesar das brigas, que com certeza existem, a gente tem muita personalidade. O couro quebra mesmo, mas queremos fazer. Então a gente discute, se acerta e, no fundo, tenho a certeza de que a gente se ama muito”, finaliza.

Ainda no palco do programa, Mariana Godoy recebe Antonio Facciollo, Diretor da Ordem Nacional dos Astrólogos, e Leiloca Neves, ex-Frenética e também astróloga, para falar sobre o que esperar de 2017. A apresentadora questiona o especialista sobre a comparação da astrologia com crenças e ele afirma: “Isso não é crendice, é matemática. Tudo é comprovado por estatísticas e experiências, seguidas pela influência dos astros”.

Para animar o fim do programa, Roupa Nova atende ao pedido de Mariana Godoy e canta um de seus maiores sucessos, a música “Dona”, gravada em 1985, além da clássica “Whisky a Go Go”.