Globo
Globo (Divulgação)

A tarde de 24 de dezembro terá um Natal com sabor regional para Minas Gerais, Brasília e Pernambuco. Uma parceria inédita entre a Globo Filmes e produtoras independentes locais levará para a tela da Globo especiais de Natal com um olhar voltado para o público de cada região. São três programas especiais que valorizam o talento e a cultura local. A iniciativa tem o objetivo de estimular a produção dramatúrgica local e valorizar a diversidade das regiões, fora da estética dos cartões postais. Os programas serão exibidos na tarde de sábado, dia 24 de dezembro, véspera de Natal. A curadoria artística dos projetos é dos diretores Jayme Monjardim e Carlos Diegues.

“Uma das principais missões da Globo Filmes é contribuir para o fortalecimento da indústria audiovisual nacional. Esta iniciativa com as produtoras locais para viabilizar os especiais de dramaturgia com esse sotaque regional enriquece, valoriza e ajuda a desenvolver talentos locais, fortalecendo a indústria como um todo”, explica Edson Pimentel, diretor da Globo Filmes.

Para chegar aos projetos, a Globo promoveu um pitching com 26 produtoras locais. Dez delas foram pré-selecionadas e avaliadas por um comitê artístico que reuniu diretores das regionais, executivos da Globo Filmes, da Programação e da área de Desenvolvimento e Acompanhamento Artístico da Globo (DAA). As produtoras independentes que estão por trás dos projetos são a Bateu Castelo em Pernambuco, a Barry Company em Brasília e a Solo Filmes, em Minas Gerais.

“O conteúdo regional é estratégico para a Globo e nossas emissoras fazem produções próprias há muito tempo. O espaço regional está consolidado na grade e passou por ampliação nos últimos anos. A novidade agora é o modelo que criamos em parceria com as emissoras e com a Globo Filmes para fazer especiais regionais de dramaturgia. A parceria com a Globo Filmes e com a DAA é fundamental porque eles têm mapeados todos os produtores regionais de audiovisual no país. Estamos partindo deste mapeamento para fazer pitching regionais e com isso selecionar projetos inovadores. Nesta primeira fase já produzimos três especiais de fim de ano, com autores, elenco e produtores locais. A ideia é ampliar em 2017”, afirma Amauri Soares, diretor de programação da Globo.

Abaixo mais detalhes sobre cada programa.

Minas Gerais: “Santino e o Bilhete Premiado”

Para os inimigos, malandro, mulherengo, preguiçoso, sem-vergonha. Para os amigos, boa prosa, engraçado, encantador. Santino (Alexandre Cioletti) é tudo isso, um verdadeiro anti-herói romântico. Entre aventuras no sertão mineiro, Santino conhece Cristina (Bruna Chiaradia), moça diferente, estudada na capital – ele se apaixona por ela à primeira vista. Mas Cristina está noiva de Arimatéia (Ítalo Laureano), capataz do temido Coroné Antônio Bento (Chico Pelúcio), o padrinho da moça. O Coroné fará “de um tudo” para o casório acontecer. Conseguirão Santino e Cristina mudar rumo dessa história?

Com direção de Guilherme Fiuza Zenha e roteiro de Zenha e Cristiano Abud, ‘Santino e o Bilhete Premiado’ é uma coprodução da Globo Filmes com a Solo Filmes e conta com a curadoria de Jayme Monjardim.

Brasília: “Amor ao Quadrado”

Na correria de uma cidade grande, é fácil deixar de enxergar o que realmente importa na vida. O amor pode estar ali, bem debaixo dos olhos, mas a rotina do dia a dia nos deixa cegos. Até mesmo em Brasília, uma cidade que encanta, que desperta paixões e que sabe cantar o amor como nenhuma outra. E para corrigir os desencontros da vida moderna, anjos cupidos trabalham arduamente para cruzar destinos e unir casais por todo o Distrito Federal. Um deles é Oscar (Cesar Trancoso), que já no fim da carreira, não acredita mais no amor. Cansado e desiludido, decide então se aposentar, mas, para tal, precisa treinar um substituto. Mesmo contra vontade, Oscar aceita treinar Lúcio (Pablo Sanábio), um jovem empolgado com o novo emprego. A missão dos dois: unir três casais improváveis até o fim do dia.

‘Amor ao Quadrado’ é um especial sobre amor, todo tipo de amor. Uma história cheia de descobertas e reencontros, onde Brasília é muito mais do que apenas o cenário. O projeto é uma coprodução da Globo Filmes e da Barry Company e conta com a supervisão artística de Jayme Monjardim. A direção é assinada por René Sampaio, do premiado longa “Faroeste Caboclo” e da série ‘Dupla Identidade’, e tem roteiro de Celso Duvecchi.

Pernambuco: “Bode de Natal”

O especial ‘Bode de Natal’ é ambientado em Casa Amarela, bairro da Zona Norte do Recife. Entre drama e comédia, acompanhamos a trajetória surreal de uma família endividada que recebe um animal vivo como único pagamento de salário e vão tentar transformar esse bicho em solução para terminar o ano bem. No elenco principal Clarissa Pinheiro é Mira, Pedro Wagner é Giba e Giordano Castro é Dedeco. Nomes como Debora Nascimento, Michelle Melo e Lívia Falcão fazem participações especiais.

‘Bode de Natal’ é uma coprodução entre a Globo Filmes e a produtora pernambucana Bateu Castelo, tem direção de Daniel Edmunson e André Hora e roteiro de Daniel Edmunson e Flávia Marques. A curadoria artística é de Carlos Diegues.

Os especiais regionais vão ao ar na tarde de 24 de dezembro, sábado, logo após o ‘Jornal hoje’.

Conheça nosso canal no YouTube