“Pior que novo rico é o novo pobre”, ironiza Amaury Jr. no Programa do Porchat

Amaury Jr. no Programa do Porchat
Amaury Jr. no Programa do Porchat

Amaury Jr. é o entrevistado do Programa do Porchat desta quinta-feira (29). O convidado relembra o início de sua carreira na televisão como colunista social, revela que perdeu14 kg com um regime e já fez lifting e admite ser vaidoso. Amaury ainda compara a noite de antigamente, marcada pela ostentação e a presença de playboys endinheirados, com a atual. Ele acredita que, com a onda de sequestros, as pessoas ficaram com medo da violência e pararam de ostentar. “No Brasil, parece que ganhar dinheiro é pecado”, afirma.

Ao contar histórias da festas que frequenta, Amaury lembra que Nelson Ned era um dos caras mais generosos da noite, pois dava altas gorjetas para garçons e manobristas e até distribuía champagne. Outra personalidade que ele define como generosa é o apresentador Fausto Silva: “Já ganhei 30 relógios dele.”

Há 35 anos no ar, ele se define como um repórter com um formato único na televisão brasileira, com uma moldura de coluna social eletrônica. E relembra que, nos primeiros dez anos de programa, precisou ir atrás das pautas, mas que hoje as coisas chegam até ele.


Porchat ainda pergunta sobre os bastidores de suas famosas entrevistas, e Amaury abre o jogo: “Um cara lubrificado é o melhor entrevistado do mundo”. E ainda revela: “Sou o maior careta na noite. Nunca provei nada de drogas”. O convidado também ironiza o aumento dos novos ricos na festas. “Pior que novo rico é o novo pobre”, diz. Ele explica que, depois de se acostumar com o conforto, é difícil se adaptar à nova realidade.

Programa do Porchat tem direção de Diego Pignataro, com produção da Eyeworks, é exibido de segunda a quinta-feira na Record, à 00h15. A atração é reprisada de segunda a sexta-feira, às 19h30, no TBS.