Nada Será Como Antes: O começo e os fins

Murilo Benício dispensa beijo técnico em Débora Falabella na série Nada será como Antes
Murilo Benício e Débora Falabella (Divulgação)

O primeiro episódio de Nada Será Como Antes, que pode ser visto a partir desta terça, dia 27, começa na década de 1940. Nessa época, as duas maiores paixões de Saulo (Murilo Benício) começam a ganhar vida. Rodando o interior para vender aparelhos de rádio, ele se encanta pela voz de uma locutora local. O encantamento pela voz só não é maior do que o arrebatamento do seu primeiro encontro com Verônica (Débora Falabella). Ao vê-la pessoalmente, ele tem duas certezas: a de estar diante do seu grande amor e a de que, juntos, poderiam revolucionar os meios de comunicação do país. Saulo convence Verônica a ir para o Rio de Janeiro com ele. A cidade era celeiro de grandes atrizes de radionovelas e ele não tinha dúvidas de que Verônica se tornaria a maior delas.

Com um talento excepcional para identificar oportunidades, Saulo evolui vertiginosamente para um grande produtor e, em seguida, inaugura sua própria estação de rádio, a Rádio Guanabara. A esta altura, já casados, ele e Verônica vivem o auge de suas carreiras. Mas Saulo quer ir mais longe. Visionário, ele percebe que o seu futuro, o de Verônica e o da comunicação estão na tevê. Mas, para implementar a primeira emissora do país, seria necessário convencer seu amigo e maior patrocinador, Otaviano (Daniel de Oliveira), a investir no seu sonho.

Apesar de saber da resistência de Otaviano em relação à TV, a missão de convencê-lo se torna mais fácil que a de manter seu casamento, até então feliz, com Verônica. Saulo descobre ser estéril e, portanto, não poderia realizar a maior vontade de Verônica, a de ser mãe. Ele então decide abrir mão do amor que tem por ela e se separa, sem contar o real motivo. Neste momento, ele conhece Beatriz (Bruna Marquezine), uma mulher deslumbrante e livre, que ganha a vida como cantora de boate. Saulo percebe na beleza da jovem, o impacto necessário para atingir seu objetivo. Ele grava em vídeo um anúncio com Beatriz e exibe para Otaviano que, a partir daí, decide patrocinar também a TV Guanabara.


Nada Será Como Antes é uma série de Guel Arraes e Jorge Furtado, escrita por Guel Arraes, Jorge Furtado e João Falcão, com direção de José Luiz Villamarim. A série, em 12 episódios, será exibida às terças-feiras, após Velho Chico.