“Não é um programa de humor, mas um programa com muito humor”, afirma Fábio Porchat em entrevista no Domingo Espetacular

Fabio Porchat no Domingo Espetacular
Fabio Porchat no Domingo Espetacular

Fábio Porchat, o novo apresentador da Record, ganha um perfil no Domingo Espetacular desta semana (21). Em meio aos preparativos para a estreia do Programa do Porchat, ele recebeu a equipe da atração pra contar sobre o projeto e lembrar sua trajetória. Aos 33 anos, o ator, roteirista, empresário, dublador e comediante já participou de programas de TV, fez filmes, teatro, stand up comedy e ainda é um dos fundadores do Porta dos Fundos, um dos grandes fenômenos da internet brasileira.

Ele tenta explicar como consegue dar conta de tantas atividades. “A minha resposta é um tanto clichê. É porque eu gosto muito do que eu faço e faço o que eu gosto.”

E lembra que o talento para criar surgiu muito cedo: “Desde pequeno eu sempre falei muito, sempre inventava história para fazer com teatrinho. Acontecia alguma coisa comigo, eu contava, eu reproduzia essa história em casa falando. E o mais interessante é que os adultos prestavam a atenção”.


Sobre a estreia, que acontece na quarta-feira, dia 24, ele prefere falar pouco: “Do primeiro programa é suspense, mistério. Não pode falar. Mas eu quero entrevistar a galera toda: esporte, cantor… Todo mundo que tem alguma relevância e alguma coisa pra dizer eu quero no programa”. E, claro, admite que vai usar seu talento para a comédia: “Não é um programa de humor, mas um programa com muito humor. Acho que está no meu DNA fazer piada, rir com todo mundo”.

O programa ainda traz imagens da última festa de aniversário de Elke Maravilha, que morreu esta semana, aos 71 anos, e faz uma visita à casa onde ela passou os últimos dias de vida. A reportagem conta a história da atriz e modelo que nasceu na Rússia, mas tornou-se uma artista com a cara do Brasil.