Manoel Carlos
Manoel Carlos (Reprodução/Globo)

O retorno de Por Amor (1997) no Vale a Pena Ver de Novo, anunciado para 29 de abril, foi confirmado pela Rede Globo. A história de Manoel Carlos entra para o rol das reprisadas mais de uma vez na sessão. Além disso, pela primeira vez uma novela com mais de 20 anos ocupa a faixa. Assim sendo, também se cria uma expectativa em torno de eventuais novos projetos a serem desenvolvidos pelo autor. Recentemente, aliás, na quinta-feira passada, 14 de março, ele completou 86 anos de idade. Desde julho de 2014, quando Em Família teve exibido seu último capítulo, Maneco está fora do ar.

Alguns projetos que Manoel Carlos quis desenvolver ao longo dos anos e não conseguiu

Desde os anos 2000, Manoel Carlos apresentou diversos projetos à Rede Globo. Os quais, por um motivo ou outro, acabaram não sendo produzidos. Um deles foi uma minissérie adaptada do romance Vale Abraão, da escritora portuguesa Agustina Bessa-Luís. À época, Maneco declarou desejar Ana Paula Arósio para o papel principal. Com efeito, vale lembrar que ele desejou fazer Presença de Anita por cerca de 10 anos. Até que em 2001 a ideia de adaptar o romance de Mário Donato enfim saiu do papel, com Mel Lisboa como protagonista.

Ainda, não é segredo que o novelista tem bastante apreço por A Sucessora (1978), novela que escreveu a partir do romance homônimo de Carolina Nabuco. Exibida às 18h em sua versão original, é a preferida de Maneco para a feitura de um remake. Todavia, a Globo sempre deslocou o escritor para mais uma novela, trabalho extenso e extenuante. Ou surgiram outros projetos curtos pelo caminho, a exemplo de Maysa – Quando Fala o Coração (2009).

Castelo de Areia e o reencontro com Anita

Castelo de Areia é outro projeto de Manoel Carlos, no qual ele trabalha já há alguns anos. No entanto, a não ser uma citação à ideia no programa Ofício Em Cena do qual participou, na Globo News, nada mais se falou a respeito. A página com os créditos do projeto, focalizada no programa, mostrou o nome do filho de Maneco, Ricardo de Almeida, como colaborador. Além disso, consta a inspiração livre na obra do escritor norte-americano Theodore Dreiser. Só para ilustrar, o filho do autor faleceu nos anos 1980, e Dreiser já o inspirou na feitura de outra minissérie. Foi em 1984, na Rede Manchete, a saber: Viver a Vida, com Paulo Castelli. Outro projeto que por ora não passa disso é uma minissérie a ser estrelada por Mel Lisboa, proposta à emissora em 2014. Pode ser que seja a tal Castelo de Areia.

As novelas de Manoel Carlos: um estilo característico

Falar de Manoel Carlos é contar várias páginas da história da TV brasileira. Suas primeiras novelas diárias, já na Globo, foram adaptações de romances da literatura brasileira. A saber, Maria, Maria e A Sucessora, ambas de 1978. Logo após, em 1980, colaborou com Gilberto Braga a partir do capítulo 56 de Água Viva. E enfim assinou sua primeira novela original, já às 20h: Baila Comigo (1981). Recentemente reprisada pelo Viva, era a história de Helena (Lilian Lemmertz) e de seus filhos gêmeos Quinzinho e João Victor (Tony Ramos). O primeiro viveu com a mãe, ao passo que o segundo cresceu com o pai biológico, Quim (Raul Cortez).

Sol de Verão (1982), Felicidade (1991), História de Amor (1995), Por Amor, Laços de Família (2000), Mulheres Apaixonadas (2003)… Um sucesso atrás do outro, no aprimoramento de um estilo característico. Grandes dramas da classe média, conflitos familiares, o Leblon como cenário e muitos diálogos, num dos textos mais bem escritos da nossa teledramaturgia.

Recentemente, Maneco foi visto em público na companhia de Glória Perez, atual responsável pelo setor de Séries da Globo. Apesar do relativo insucesso de Em Família, consta que Maneco já havia pedido à emissora que a novela fosse mais curta do que o habitual. E também que fosse sua última incursão no gênero. Ele segue contratado da Globo, e o negócio é esperar. Enquanto surge outra novela ou minissérie do autor, para este ano se programa um episódio da nova temporada de Os Experientes com texto dele.

Últimos vídeos do Canal no YouTube