Marcos Damigo
Marcos Damigo possuí uma carreira elogiada no teatro (Reprodução/Acervo)

Um dos galãs mais promissores dos anos 90 e 2000, Marcos Damigo protagonizou ao lado de Regiane Alves uma das tramas mais elogiadas e bem produzidas pelo SBT em 1998, Fascinação.

Produzido em cima da hora para concorrer com uma novela da Globo, Torre de Babel, o folhetim contava com a assinatura de Walcyr Carrasco, responsável por O Outro Lado do Paraíso.

De acordo com o portal Teledramaturgia, Walcyr foi “obrigado” a escrever a trama de época em segredo, pois ele era contratado da Manchete sob o pseudônimo de Adamo Rangel, autor de Xica da Silva.

Marcos Damigo em Fascinação (Reprodução)

No horário das 20/20h30 o folhetim fez muito sucesso chegando a alcançar média de dez pontos. História romântica tendo um casal apaixonado no meio de uma família que visa as aparências e o dinheiro.

A carreira de parte do elenco principal deslanchou na TV, entre eles, Regiane Alves, Mariana Ximenes, Caio Blat que atualmente são destaques na emissora carioca com novelas, séries e programas especiais.

Regiane Alves e Marcos Damigo, casal central de Fascinação (Reprodução)

Veja também: Por onde anda Alessandra Scattena, ex-assistente de Gugu? Modelo muda completamente o visual

Já Damigo também migrou para a Globo onde integrou o elenco do extinto Você Decide, da série protagonizada pelos irmãos Sandy & Jr., a série de época sobre a história da estrada de ferro Madeira-Mamoré, Mad Maria, e a novela teen Malhação, em 1998, 2000, 2005 e 2007, respectivamente.

Fernanda Paes Leme e Marcos Damigo posam nos bastidores de Sandy & jR. (Reprodução)

A partir dos anos 2000, Marco passou a se dedicar também à yoga, passou três meses na Índia, e na volta ao Brasil coordenou aulas e oficinas no Rio de Janeiro e outras cidades sobre o tema.

Na telinha os seus maiores sucessos estão em duas novelas Insensato Coração, escrita em 2011 por Gilberto Braga, e Joia Rara, produzida em 2013 por Duca Rachid e Thelma Guedes, que ganhou o Emmy de Melhor Novela em 2014.

A trama de Gilberto foi levada ao ar no horário nobre, Damigo deu vida ao professor de direito Hugo, que tinha um romance com Eduardo, personagem do ator Rodrigo Andrade. A trama ajudou a contar os dilemas que um casal homossexual enfrenta como preconceitos e a violência.

Marcos Damigo e Rodrigo Andrade em Insensato Coração (Globo/Divulgação)

Joia Rara era uma novela de época, Duca e Thlema deram a Damigo o papel de um médico, Dr. Rubens, que tinha como missão atender e ajudar a população mais carente do cortiço onde parte do folhetim se passava.

Marcos Damigo e Fabiula Nascimento em Joia Rara (Carol Caminha/TV Globo)

Em 2016, pelo Canal Futura, Grupo Globo, integrou um dos episódios de O Outro Escritor, uma série de vídeos em que atores leem contos e poemas da escritora e novelista Thelma Guedes.

Marcos Damigo e Maria Ribeiro em Deus é um DJ (Divulgação)

Desde então Marcos Damigo passou a dedicar ainda mais ao cinema, Bellini e a Esfingi e Sonhos Tropicais, teatro e aos estudos. Suas peças e produções, sempre muito bem elogiadas por público e crítica, lotam teatros pelas turnês que realiza Brasil afora.

Destaque para O Retrato de Dorian Gray, As Pontes de Madison, Deus é um DJ, Caros Ouvintes, Memórias Póstumas de Brás Cubas, Leopoldina, Independência e Morte, Dueto Por Um, entre outros.

Bel Kowarick e Marcos Damigo em Duetos Por Um (Roberto Setton / Divulgação)

A partir de março, Damigo entra em cartaz com Dostoiéviski Trip, do russo Vladimir Sorókin sob a direção de Cibele Forjaz, que realizará uma turnê pelas cidades de Brasília, Rio de Janeiro e Belo Horizonte até julho de 2018. 

#dostoievskitrip

A post shared by Marcos Damigo (@marcosnauta) on

Últimos vídeos do Canal no YouTube