Record decide até quando irá ao ar A Terra Prometida
A Terra Prometida (Divulgação)

Resumo dos capítulos 166 a 170 da novela A Terra Prometida, que serão exibidos de 18 a 22 de março de 2019, na faixa das 19h45, na RecordTV.

 Segunda-feira (18) – capítulo 166 de A Terra Prometida

Bogotai pede um monte de roupas velhas. Bogotai recebe as roupas velhas e pede alimentos estragados. Otniel e Acsa quase se beijam, mas são interrompidos por Iru. Elói avisa Calebe sobre o ataque no celeiro. Com os alimentos estragados e as roupas velhas, Zareg e os nobres deixam Jerusalém rumo ao acampamento hebreu. Na caverna dos leprosos, Milah se espanta ao ver o mesmo moribundo que a atacou. Zareg, Racal, Bogotai e o restante da comitiva se vestem como hebreus e seguem em direção à Gilgal. Calebe chega e tenta impedir que Laís faça alguma besteira.

Iru aproveita o momento oportuno e consegue desarmá-la. Aruna oferece amparo à laís. Orebe, o leproso que atacou Milah, diz que alguém o pagou para passar a doença para a família de Raabe. Noemi diz que perdoa Laís. Eleazar oferece ajuda à moça. Orias diz que avisará Raabe para ter cuidado. Raabe tenta consolar Nobá. Úrsula diz não confiar em Zareg. Adonizedeque diz que pedirá os conselhos de suas prisioneiras. A princesa implora para o pai deixá-la ver a mãe e a avó, mas o rei se recusa a atendê-la e a menina chora. Ula agradece pelo carinho e atenção de Mireu.

Leia também: MC Guimê é detido por posse de drogas em São Paulo

Ainda no capítulo 166

Mara vai até a tenda de Ioná e se desentende com Elói. Lina diz que tentará ajudar Mireu a conquistar Ula. Ela também diz que Bogotai pagou caro por roupas velhas. Ioná concorda com a reclamação de Elói sobre Mara. Noemi agradece a Deus por estar com sua família. Tobias e Zaqueu se desentendem e Salmon chama atenção dos guerreiros. Maquir se incomoda com a presença de Runa no treinamento. Léia escuta Samara conversar com Tobias e descobre que o filho também se envolveu na morte de Abel. Salmon permite que Rune volte a treinar com sua cela especial para montaria.

Samara e Tobias dizem que são o reflexo de Léia. Elidade e Laila se enchem de felicidade com a família. Aruna se comporta de maneira séria e formal. Josué estranha o comportamento dela. Enciumada, Léia reclama da demora de Quemuel. Yana passa alguns ensinamentos para Aruna. Raabe cuida dos irmãos. Lila chega e avisa sobre a presença de um grupo de pessoas estranhas se aproximando do acampamento. Ula se abre com Lina e diz que não pensa em novo marido.

Josué e os guerreiros encontram o grupo de Zareg. O rei mente e diz que são de um lugar distante, que vieram para se juntar aos hebreus. Maquir pede perdão à Livana. Josué recebe o grupo de Zareg no acampamento. Haniel tenta animar Maquir. Tirda avisa que Josué está chamando para uma reunião. Os hebreus permitem que os forasteiros fiquem na tribo Naftali. Orias encontra com Raabe e diz que alguma mulher está tentando fazer mal a ela. Bogotai reconhece Finéias e o olha com maldade.

No capítulo seguinte

Terça-feira (19) – capítulo 167 de A Terra Prometida

Bogotai reconhece Finéias e o olha com maldade. Racal sorri para Mara. Zareg agradece a hospitalidade dos hebreus. Bogotai tenta se aproximar de Finéias. Raabe agradece o aviso de Orias. Bogotai se enturma com os familiares de Calebe. Orias se reencontra com Milah. Salmon questiona Jéssica, que diz não ter não saber de nada sobre o leproso. Racal se apresenta para Mara.

Isaque e Pedael recebem Zareg. Haniel cobra organização dos filhos. Jéssica comenta com Mara sobre a desconfiança de Salmon. Zaqueu acusa Tobias de ter sabotado suas armas. Aiúde questiona o encontro de Mara com Jéssica. Samara e Léia reclamam da presença dos forasteiros no acampamento. Jéssica agradece pela companhia de Iru. Enciumada, Léia pergunta se Quemuel se encontrará com Yana.

Quarta-feira (20) – capítulo 168 de A Terra Prometida

Quemuel nega o questionamento de Léia. Josué diz que Aruna não deve se cobrar tanto e se declara para ela. Léia diz que precisa falar com Tobias. Racal e Bogotai são bem tratados por Eleazar e Finéias. Enquanto passeiam pelo acampamento, Léia diz ter visto Adara e Samara pensa que a mãe está louca. Felizes, Josué e Aruna dançam. Léia para a mulher e vê que não é Adara. Lina e Mireu conversam sobre a princesa Úrsula.

Adonizedeque impede que Abul o acompanhe na visita às prisioneiras. Mireu diz que vai esperar o tempo certo para conquistar Ula. Adonizedeque se consulta com a rainha e a rainha-mãe, as prisioneiras. Laís pede perdão à família de Calebe. Zareg agradece a recepção de Pedael. Elias trata Jéssica com educação. Milah pede proteção a Deus. Bogotai diz não ver a hora de executar Finéias.

Na sequência

Quinta-feira (21) – capítulo 169 de A Terra Prometida

De Finéias, Bogotai não deve pensar em se vingar agora, diz Zareg. No palácio de Adonizedeque, Zareg é procurado pelo mensageiro de Gibeão. Na taberna de Ula (Rafaela Mandelli), os nobres foram vistos comprando roupas velhas, avisa Mireu. O que está acontecendo é preciso descobrir, avisa o rei de Jerusalém. Na tenda de Quemuel, Josué janta com Aruna. Enciumada fica Samara. Pelo ataque do leproso, Mara pode ser a culpada, diz Raabe. Com a felicidade de Aruna vai acabar, diz Samara. No rei Zareg ela não confia, diz Úrsula. Da companhia dos hebreus, Zareg, Racal e Botogai, disfarçados, fingem gostar. Mireu deve refazer o caminho de Zareg, pede Adonizedeque. Do paradeiro dos nobres diz não saber, aponta Ula.

Um pesadelo faz Léia se desesperar. Para a mulher se declara Quemuel, ao ampará-la. Os conselhos de Yana são agradecidos por Aruna. Sobre Finéias, com Bogotai fala Eleazar. É preciso acabar com Yana, diz a Tobias, Samara em conversa. Hoão, rei de Hebrom, e Jafiá (Renan Horta), monarca de Laquis, são recebidos por Adonizedeque. A dizimação do povo hebreu é planejada por eles. A hospitalidade de Josué é agradecida por Zareg, ao se fingir de bom moço. Em cima de Mara, Racal dá. A aliança é comemorada por Adonizedeque, Hoão e Jafiá ao entrarem em acordo. Interesse em Laís é mostrado por Elias. Aruna deve ser esquecida, aconselha Léia a Samara. Com o Exército de Israel vai acabar, diz Adonizedeque ao conversar com Abul (Joelson Medeiros).

Ainda neste capítulo

Bogotai é chamado para treinar por Otniel quando ele o vê conversando com Acsa. Para interpelar Mara, Salmon é chamado por Raabe. A postura de Léia em relação a Quemuel é alvo de reclamação de Samara. Com os outros reis, decide ir disfarçado à taberna Adonizedeque ao ouvir falar de Ula. A atitude violenta do estrangeiro é questionada por Zaqueu. Ula é cortejada por Adonizedeque. À rainha, fazem reverência Hoão e Jafiá ao reconhecerem a moça. De Mialh, Orias cuida. O ataque do leproso é questionado a Mara por Raabe e Salmon. A cananeia é destratada pela vilã, que nega. O bebê está nascendo, diz Raabe ao começar a passar mal.

Encerrando a semana

Sexta-feira (22) – Capítulo 170 de A Terra Prometida

Darda (Ana Barrozo) vai ser chamada, diz Salmon ao levar Raabe às pressas para a tenda deles. O parto tenta ser feito pela curandeira, Chaia (Juliana Boller) e Yana. Ao sentir muita dor, Raabe grita. O acontecido no treinamento é contado a Josué e Calebe por Zaqueu. Otniel quase foi machucado por Bogotai, que foi muito agressivo, avisa o arqueiro. De olho no estrangeiro, Zaqueu deve ficar de olho, pede Josué. O bebê de Raabe e Salmon está nascendo, diz Aruna ao chegar. Diante dos reis que reconheceram Ula como rainha, ficam pasmos Mireu e Adonizedeque. Ula é a rainha de Ai, diz Lina ao não ter dúvidas.

Para receber a rainha e suas histórias, o palácio deve ser preparado, pede Adonizedeque ao general. Ula tem sua mão beijada, delicadamente, pelo rei. Com ciúmes fica Mireu. Notícias do parto são esperadas por Salmon, quando Aruna e Josué chegam. Darda e Chaia tentam fazer o parto e Aruna e Yana incentivam Raabe. Raabe começa a perder os sentidos quando o bebê não nasce. À Deus, ela pede ajuda ao gritar de dor. O choro da criança faz Salmon, amparado por Josué, se emocionar. A criança é batizada por Boaz pelo guerreiro. Milah é amparada por Orias. Orebe (o nome do ator não foi divulgado) está muito mal, avisa o leproso.

E mais!

É preciso tirar a vida de Yana, diz Samara em conversa com Léia. Contra a mãe de Aruna, Léia proíbe que os filhos façam algo. Por horas, Haniel permanece tomando banho. Tentou matar Yana há anos atrás e sempre achou que ela tivesse morrido, diz Léia a Samara. Alívio foi sentido quando Yana voltou, pois carregou essa culpa por muito tempo, diz Léia quando Samara diz que pode terminar o serviço mal feito. Léia fica pasma quando ouve Samara dizer que pode considerar Yana morta.

CLIQUE AQUI e confira o resumo dos capítulos das outras novelas da TV Globo, SBT e Record TV

Últimos vídeos do Canal no YouTube