Livaldo (Nelson Freitas) e Samuca (Nicolas Prattes) de O Tempo Nao Para
Livaldo (Nelson Freitas) e Samuca (Nicolas Prattes) de O Tempo Não Para (Divulgação/TV Globo)

Nos próximos capítulos de O Tempo Não Para, Samuca (Nicolas Prattes) ficará surpreso com um pedido inusitado de seu pai, Livaldo (Nelson Freitas), em uma carta de despedida. Após retirar o processo que movia contra o filho, Livaldo pedirá a Samuca que coloque o seu nome em seu primeiro neto. “Samuel, meu filho… Eu sou um cavaleiro solitário, um homem que nasceu pra viver sozinho… Pessoas dessa natureza cedo ou tarde acabam magoando quem está ao lado, quem mais se ama… Por isso preciso partir… Peço que não tenha muita raiva de mim, e diga à sua mãe que ela foi a única mulher que amei de verdade… Desejo que você tenha uma vida maravilhosa ao lado de Marocas… Tenha meus netos e, se possível, batize o primogênito com meu nome… Com amor, Livaldo”, escreverá Livaldo, para o seu primogênito, que ficará emocionado.

Leia também: Livaldo desiste do processo contra Samuca e some no mapa

Sem homenagens

Samuca dirá a sua mãe, Carmen (Christiane Torloni), que seu pai aprontou mais uma vez, e sumiu no mundo. “Bom, isso ele sabe fazer mesmo. Aprontar um monte de besteira e depois sumir no mapa”, acrescentará o jovem. Mas Carmen relatará ao filho que ele (Livaldo) os ajudou, na grande crise enfrentada pela Samvita. “Como você bem disse, ele nos ajudou no final… E acabou desistindo daquele processo absurdo”, acrescentará a empresária. “Eu vou passar esses documentos amanhã mesmo pra Vanda”, acrescentará Samuel.

Carmen perguntará ao filho, se ele homenageará o seu pai em um futuro próximo. “E o seu nome vai ficar limpo de novo, como é justo… (irônica) Vem cá, cê vai fazer o que ele pediu com o seu primeiro filho?”, indagará Carmen. Samuca não fugirá da ironia de sua mãe, e a responderá logo em seguida. “Chamar ele de Livaldo? Nem sonhando!”, finalizará o empreendedor, que erguerá novamente a Samvita.

O Tempo Não Para é uma novela escrita por Mario Teixeira, com colaboração de Bíbi Da Pieve, Marcos Lazarini e Tarcísio Lara Puiati, com direção artística de Leonardo Nogueira e direção geral de Marcelo Travesso e Adriano Melo.

Conheça nosso canal no YouTube