Milhem Cortaz será Martin em Amor de Mãe (Divulgação: TV Globo)
Milhem Cortaz será Martin em Amor de Mãe (Divulgação: TV Globo)

O ator Milhen Cortaz detonou algumas críticas à novela O Sétimo Guardião, seu último trabalho na Globo antes de ingressar em Amor de Mãe, próximo cartaz das 21 horas. Questionado por jornalistas sobre o mal desempenho da trama de Aguinaldo Silva no horário nobre, o profissional é direto na resposta e afirma não ter enxergado os défices da produção global.

Posso ser sincero? Eu estava tão feliz, foi tão importante aquele personagem, eu amava tanto falar do masculino, que eu fui perceber tudo isso depois que a novela acabou. Para mim era um p*** sucesso“, afirma ele, que interpretou o delegado Joubert Machado, um dos guardiões da famosa fonte e que tinha o peculiar costume de usar calcinha, embora não fosse homossexual.

Cortaz diz que esteve muito concentrado no trabalho, focado e feliz com a novela. “Quando falam para mim que a novela flopou, eu tenho vontade de rir. Como assim? Eu não faço média. Estou falando a real, fico até triste quando falam que a novela era um fracasso. Como assim 31 pontos é um fracasso? Eu venho da Record TV que as novelas davam 5 pontos, 12 pontos, ou 17 quando era um sucesso“, explica ele, que esteve por 14 anos nas produções da concorrente.

Machado (Milhem Cortaz), de O Sétimo Guardião, na Globo
Machado (Milhem Cortaz), de O Sétimo Guardião, na Globo (Reprodução/Globo)

Na Record TV, Milhem Cortaz estreou em A Escrava Isaura (em reexibição), fez Essas Mulheres (2005), Cidadão Brasileiro (2006), Bicho do Mato (2006), Vidas Opostas (2006) e outras tantas. O ator reafirma não se importar. “Nunca me preocupei com isso, me diverti com todas as novelas“, ponderou.

“De verdade, eu não estou nem ai pra isso, eu quero fazer o melhor trabalho e aprender com tudo isso. E tem uma coisa que trabalhar na Globo me deu, trabalhar com atores que eu sempre sonhei na minha vida. O Tony Ramos, Dan Stubach, a Isabela Garcia, eu estou aqui e faço parte disso tudo.”

Milhem Cortaz
Milhem Cortaz (Divulgação/ TV Globo)

“Joubert Machado foi um puta personagem. No final tiram a roupa dele, ele sai feliz, sem vergonha. Eu queria tanto falar sobre este masculino, não era gay, era um homem que gostava daquilo e não mudava nada no caráter dele. Fiquei tão feliz de ver a novela que não vi nada disso“, conclui ele.

Em Amor de Mãe, o ator de 46 anos viverá Matias, um médico que tem um casamento “mega ultra feliz” com Miranda, interpretada por Débora Lamm. Mas a verdade é que tanta felicidade esconde, na verdade, um grande e inconfessável segredo. E isso o telespectador só vai descobrir com o tempo. Amor de Ma~e tem estreia agendada para o dia 25 de novembro, substituindo A Dona do Pedaço.

Últimos vídeos do Canal no YouTube