Luana Piovani no Se Joga
Luana Piovani no Se Joga (Reprodução/TV Globo)

No Se Joga desta quarta-feira (2), Luana Piovani apareceu via link direto de Portugal para falar sobre a repercussão da entrevista que deu na qual dizia que era difícil ser cidadã no Brasil, já que sempre tinha que postar alguma causa importante nas redes sociais.

“Meu Deus do céu, dá muito trabalho. Não estou conseguindo postar eu bonita de biquíni. Tem quatro coisas políticas para fazer, tem cinco pessoas me pedindo coisas absolutamente importantes e relevantes”, declarou a famosa na gravação.

No vespertino da platinada, a artista disse que não sabia que explicação estavam esperando por achar que foi clara. “Toda vez que eu falo do Brasil nesse tom de crítica, eu fico em pena do país em si. Quando eu falo dele, não estou falando geograficamente falando, estou falando dos governantes que nós escolhemos para estarem lá e que não fazem porra nenhuma pela gente”, falou a famosa, que foi aplaudida pela plateia.

“Dava muito trabalho mesmo, eu me sentia muito responsável porque me sentia mal em ter uma vida privilegiada e olhar ao meu redor e ver sangue, lama, fome e miséria. Eu tinha que fazer coisas porque o Brasil ia mal e eu tinha que usufruir da minha voz”, destacou.

Questionada sobre a Paula Lavigne, que postou uma foto de biquíni após a repercussão da polêmica, Piovani disse ser bom que tem gente que gosta do branco, e tem gente que gosta do preto.

“Não é a coisa favorita da minha vida, mas ela pode ficar à vontade, querer fazer sucesso com uma foto de biquíni, afinal de contas a gente gosta de ficar bonita na foto”, ironizou a loira, dizendo que não soube quem demonstrou apoio à Paula.

“Eu quero que as pessoas gastem o meu tempo com coisas relevantes. Só estou aqui falando porque tenho consideração por vocês. O país tem que estar preocupado em criar sua própria consciência e evoluir”, concluiu Piovani.

Veja:

Últimos vídeos do Canal no YouTube