Lo-Hanna Magnavita: jornalista foi afastada da Record TV após vídeo com briga sua viralizar nas redes sociais (Reprodução/Record TV Cabrália)
Lo-Hanna Magnavita: jornalista é demitida da Record TV onze dias após vídeo com briga sua viralizar nas redes sociais (Reprodução/Record TV Cabrália)

Apresentadora da Record TV Cabrália, canal próprio da emissora paulista no interior da Bahia, a jornalista Lo-Hanna Magnavita foi afastada de suas funções nesta quinta-feira (29) após um vídeo onde aparece com o seu marido em uma confusão com um policial militar viralizar nas redes sociais. O fato aconteceu na última terça-feira (27) na cidade de Itabuna, que fica a 436 km de Salvador.

No vídeo, Lo-Hanna registrou um policial militar a paisana tentou prender em flagrante um jovem que roubou biscoito em um mercado da região. Acompanhada de seu marido, Lo-Hanna entendeu que o PM estava exagerando na abordagem, agredindo o jovem quando ele já estaria algemado.

No entanto, o PM começou a discutir com o esposo da jornalista. Por conta da celeuma, ela decidiu filmar a cena. O vídeo que viralizou tem um minuto e meio e flagra agressões dos dois lados. A discussão acalorada chegou, em alguns momentos, as vias de fato.

O vídeo começa com a voz da repórter dizendo algo como: “Vai atirar, vai?” e na sequência o marido dela fala: “Sai você”, ao que o policial fala: “Sai daqui, vai”. O marido da repórter, de blusa preta, calça clara e uma sacola na mão, diz: “Chama a polícia, chama a polícia”. O PM responde: “Chama a polícia, chama”. Quando o esposo de Lo-Hanna se aproxima, o PM reage com um soco, que não o acerta.

É quando a jornalista diz: “Cara idiota”. O PM retruca: “o cara está roubando aqui no mercado e você vem com negócio de história?”. Lo-Hanna volta a responder: “Não importa se ele está roubando, você precisa fazer isso tudo?”. O marido da jornalista diz que o PM “está mais errado” do que o jovem que foi pego roubando.

Marido de apresentadora da Record TV brigou fisicamente com PM em confusão

Nesta hora, o PM, ainda com a arma na mão esquerda, diz para o outro tirar o dedo da cara dele e se volta à repórter com o dedo em riste. O marido de Lo-Hanna reage e diz que o PM está sendo grosseiro com uma mulher: “Tu vai falar com ela desse jeito?”.

O PM novamente se dirige ao marido e o chama para briga. “Você acha que eu vou fazer a mesma coisa que você, é? Seu otário”, responde o marido da jornalista. O PM coloca a arma no bolso e novamente chama o homem para brigar: “Venha”. A repórter se revolta: “Deixa ele. Amanhã ele vai ver o dele, amanhã”. O policial volta a falar que o suspeito estava roubando: “Ele tá roubando, ele tá roubando”. A jornalista grita: “Não interessa se ele está roubando, não”.

O marido de Lo-Hanne e o policial continuam trocando farpas, até que o policial acerta um soco no rosto do marido dela. A jornalista fica chocada. “Rapaz, você é louco mesmo, né? Você vai levar um processo por agressão!”. A jornalista pede para seu marido não agredir o policial.

“Não bata nele, Paulo! Não bata nele. Não vá na dele. Você não é igual a ele”. O PM volta a dizer que o acusado de roubo estava praticando o crime. É quando o PM bate na câmera que estava na mão de Lo-Hanna, que vai ao chão. O marido e o PM voltam a brigar. O vídeo termina com Lo-Hanna pedindo para que alguém chame a polícia e não deixa claro se a confusão terminou por ali.

Polícia Militar da Bahia fez sindicância para investigar vídeo com apresentadora da Record TV

Já nesta quarta-feira (28), Lo-Hanna Magnavita foi até o Complexo Policial de Itabuna e registrou um boletim de ocorrência. Seu marido e ela fizeram um exame de corpo de delito. Em seu Instagram, Lo-Hanna explicou que o PM agrediu o jovem que teria roubado dois pacotes de biscoito e que foi agredido pelo policial.

Por conta da repercussão do caso nas redes sociais e na Bahia, a jornalista tornou o seu Instagram privado. O fato teve repercussões no meio policial. A Associação dos Policiais e Bombeiros do Estado da Bahia (Aspra) divulgou nota defendendo a ação do policial militar e disse que Lo-Hanna e seu marido colocaram a própria vida em risco.

A assessoria de imprensa da Polícia Militar da Bahia (PM-BA) afirmou que abriu uma sindicância para investigar o caso. “O comando do 15º BPM abriu uma sindicância para apurar as circunstâncias do fato ocorrido entre um policial militar e um casal em Itabuna”, diz a nota.

Segundo apurou o Observatório da Televisão com diversas fontes em Salvador (BA), onde fica a cabeça de rede da Record TV na Bahia, Lo-Hanna Magnavita foi afastada de suas funções pela Record TV Cabrália por tempo indeterminado. A direção da emissora tomou a atitude para proteger a imagem da jornalista. Nas redes sociais do canal local, uma série de comentários com o termo “parabéns ao policial militar” estão sendo postados em referência ao fato.

Durante toda esta quinta-feira (29), a reportagem do Observatório da Televisão tentou falar oficialmente com a Record TV Cabrália, mas não conseguiu resposta. Caso o canal se pronuncie, a reportagem será atualizada. Lo-Hanna Magnavita também foi procurada, mas ela não respondeu as mensagens até o fechamento da matéria.

Veja o vídeo do fato:

Últimos vídeos do Canal no YouTube