Nana (Fabíula Nascimento) em cena de Bom Sucesso.
Nana (Fabíula Nascimento) em cena de Bom Sucesso.

A Globo se envolveu numa polêmica daquelas na noite deste sábado (19), graças a uma sequência exibida na novela Bom Sucesso. No episódio de hoje, a personagem Nana (Fabíula Nascimento), grávida de um bebê que não deseja, comentou com vários personagens sobre o desejo – e o direito – de abortar.

Eu não sou a favor do aborto, ninguém é. Mas sou a favor do direito de decidir sobre o meu corpo, sobre a minha vida“, declarou Nana, em diálogo com a protagonista do folhetim das 7, Paloma (Grazi Massafera).

Procurador da República, o cidadão Aílton Benedito usou seu perfil na rede social Twitter para criticar a cena exibida pela emissora e acusá-la de fazer apologia ao aborto por meio da novela.

Atenção, cristãos! A Globo está usando a novela Bom Sucesso, das 19:30 horas, para fazer apologia do aborto, crime previsto nos arts. 124, 125, 126 e 127 do Código Penal“, afirmou Benedito, que, na própria descrição do seu perfil, declara-se ‘conservador’ e adepto da religião cristã.

Desde 2013, o Conar – Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária – proíbe merchandising com crianças. Agora, a Globo usa a novela Bom Sucesso para fazer merchandising do aborto, crime previsto nos arts. 124, 125, 126 e 127 do CP, para público infanto-juvenil“, declarou em outra postagem, na sequência da primeira.

Até a publicação desta matéria, a Rede Globo ainda não havia se posicionado a respeito da questão. Assim que o fizer, esta nota será atualizada.

Últimos vídeos do Canal no YouTube