O ator Juca de Oliveira e o diretor Ivan Lima entrevistam nesta sexta-feira (4), no programa Persona em Foco, a atriz e diretora teatral Irene Ravache.

Com mais de 30 participações na televisão, Irene fala sobre sua trajetória na dramaturgia, incluindo o início de sua carreira: “Eu fazia show de boate no Rio de Janeiro e os Originais do Samba iam comigo. O Mussum me chamava de ‘Branquélis‘”.

Nascida em 1944, filha de Carlos Alberto Ravache e Lígia Ravache, desde criança Irene sonhava em ser atriz. Ela deu início a esse projeto em 1962, quando começou a fazer um curso de interpretação na Fundação Brasileira de Teatro (FBT).

Durante a entrevista, ela comenta também sua passagem pelo telejornalismo. “Quando eu trabalhava no telejornal da Globo, me mandaram entrevistar o Carlos Machado, o Rei da Noite do Rio de Janeiro. Cheguei lá e vi o Lennie Dale dançando. Quando eu vi aquilo, falei para o Carlos Machado: ‘Eu quero trabalhar aqui’”, recorda.

A atriz conta também fatos engraçados de sua trajetória, como quando levou sua mãe para vê-la atuando em A Ratoeira, de Agatha Christie. “Falei para todos os atores: aquela é minha mãe. No meio do primeiro ato ela dormia de cabecear. Fiquei com uma vergonha”, confessa a musa.

Ícone artístico

Irene é considerada uma das mais importantes profissionais do teatro brasileiro. Com mais de 20 prêmios no currículo, tem trabalhos importantes também no cinema e na TV. Nos palcos, protagonizou grandes sucessos como Roda Cor de RodaDe Braços AbertosUma Relação Tão DelicadaBodas de Papel e Filhos do Silêncio.

Apresentado por Atílio Bari, o programa vai ao ar às 22h45, na TV Cultura e no aplicativo Cultura Digital.

Últimos vídeos do Canal no YouTube