Pedro Alves, o Guga de Malhação - Toda Forma de Amar
Pedro Alves, o Guga de Malhação - Toda Forma de Amar (Reprodução/Instagram/TV Globo)

No ar como o Guga de Malhação – Toda Forma de Amar, Pedro Alves disse que os telespectadores do folhetim logo reagiram após o personagem beijar o namorado, Serginho (João Pedro Oliveira), pela primeira vez em cena.

“O público jovem é muito emotivo e fala o que pensa. Antes, havia uma cobrança grande porque o Guga e o Serginho não se beijavam. As pessoas estavam enlouquecidas com isso. Após a cena, foi uma festa só”, falou o ator à Patrícia Kogut.

“Agora, tenho recebido muitas mensagens de apoio ao personagem por ele ter se assumido gay para a família”, destacou o astro, que disse ser importante discutir o assunto devido ao momento que o país vive.

“A novela surge como um lugar para gerar discussões. Malhação tem um público mais velho grande. Algumas dessas pessoas cresceram com uma mentalidade ultrapassada e precisam se atualizar”, refletiu.

Com relação à vida pessoal, o famoso, que é bissexual, falou que o assunto nunca foi um problema em casa. “Não houve um dilema. Eu, que sempre tinha namorado meninas, um dia cheguei em casa com um namorado e meu pai disse que ele poderia dormir lá em casa sem problemas”, relembrou.

“Foi uma coisa natural. Não teve uma ocasião específica em que precisei falar sobre a minha sexualidade”, ponderou o artista, que disse torcer para que Guga se entenda com o pai, Max (Roberto Bomtempo).

“O Max não é uma pessoa ruim, ele é ignorante. Não sabe lidar com a situação por completo desconhecimento. Mas eles se amam muito. Nas ruas, pessoas mais velhas vêm falar comigo que estão torcendo também. Isso para mim é gratificante. Até agora, o retorno foi positivo. Não vi mensagens de ódio”, concluiu Alves.

Últimos vídeos do Canal no YouTube