Sid Marcus, repórter do SBT: jornalista foi demitido nesta quarta-feira (Reprodução/SBT)
Sid Marcus, repórter do SBT: jornalista foi demitido nesta quarta-feira (Reprodução/SBT)

Em reformulação por dificuldades em fechar o ano de 2019 com lucro, o SBT segue promovendo cortes em vários de seus setores. Desta vez, eles atingiram o Jornalismo. Nesta quarta-feira (9), a emissora de Silvio Santos demitiu ao menos dois profissionais da emissora no Rio de Janeiro, mas que tinham seus contratos registrados em São Paulo.

Segundo apurou o Observatório da Televisão, o repórter Sid Marcos e a editora de rede Ana Carolina Stern, conhecida como Kika Stern. Eles atuavam para os telejornais nacional, como o SBT Brasil. Mesmo morando no Rio de Janeiro, as suas vagas eram registradas em São Paulo.

Além disso, o SBT também dispensou um estagiário e suspendeu a abertura de mais uma vaga, ambas também no núcleo de rede do Rio de Janeiro. No total, foram quatro vagas cortadas. Foi o primeiro corte de pessoal do Jornalismo desde que o SBT decidiu realizar as demissões.

Até então, apenas nomes do entretenimento tinham deixaram a rede de Silvio Santos. Foi o caso de Everton Di Souza, o Fofoquito, e a atriz de pegadinhas Gell Correia. Ambos foram dispensados na semana passada com a justificativa de corte de gastos.

Tais cortes estão sendo realizados porque o Grupo Silvio Santos voltou a ter dificuldades e a intenção é usar as dispensas para tentar fechar o ano de 2019 no azul.

A consultoria para os cortes são realizados pela Galeazzi & Associados, empresa que é especializada nesse tipo de assunto. Além de demissões, o SBT tem feito corte de gastos e poupado onde for possível. É o caso de artistas que tem contrato, mas não ficam o ano todo no ar.

Procurada oficialmente para comentar o caso pelo Observatório da Televisão, o SBT afirmou apenas que “não comenta questões internas”.

Últimos vídeos do Canal no YouTube