Roberto Cabrini e Luis Miranda.
Roberto Cabrini e Luis Miranda. (Reprodução: SBT)

Nesta segunda-feira (7), o Conexão Repórter, apresentado por Roberto Cabrini, no SBT, exibe uma investigação jornalística exclusiva e revela o que está por trás da chegada de um misterioso homem de Tel-Aviv ao Brasil. O programa será exibido às 23h45, logo após o Programa do Ratinho.

Roberto Cabrini desvenda uma história repleta de relatos de corrupção, extorsão, e práticas irregulares cometidas contra brasileiros nos Estados Unidos. No centro de tudo, um conhecido deputado federal e seus inimigos: youtubers brasileiros que vivem no exterior. Em uma investigação de várias semanas, Cabrini tem acesso a uma rede de intrigas que extrapolou os limites do mundo virtual para ganhar contornos bem reais. Daniel Luís Mogendorff, uruguaio e residente em Israel, é preso sob acusação de tentar extorquir Luís Miranda, eleito deputado federal na esteira de seu sucesso na internet. De um lado Luís Miranda fez fama na internet como um empresário bem sucedido. De outro, uma rede de pessoas que o acusam de aplicar golpes milionários em investidores, com promessas de lucros altos.

Deputado influenciador

Carismático diante das câmeras, o agora deputado ainda morava nos Estados Unidos quando começou a fazer seus vídeos. Foi de influenciador digital a vendedor de cursos online, até chegar a um negócio que movimenta milhões, envolvendo compra e venda de carros batidos. Em gravações, ora performáticas, ora motivacionais, ele faz de tudo para incentivar brasileiros a enriquecer. Uma rede de batalhas virtuais, dentro e fora do Brasil. De parlamentar prestes a ser extorquido a um homem envolto em polêmicas questões. São acusações que atingem diretamente o deputado Luís Miranda. O programa localiza dezenas de pessoas que se consideram vítimas dele. São  relatos, alguns preferem não revelar suas identidades, temendo represálias. Promessas de enriquecimento fácil e acusações de estelionato. Um vendedor de sonhos que, segundo alguns, são apenas ilusão.

Deputado alega perseguição

Com base nos depoimentos, Cabrini se encontra novamente com o deputado para uma nova entrevista. Perguntas incômodas, nada fica de fora e Luís Miranda rebate as acusações. Aponta uma conspiração de seus suplentes para derrubá-lo. São localizados também cada um dos youtubers acusados de formar uma milícia virtual. Pelo menos um deles teve um de seus vídeos contra o deputado retirado, no mesmo momento em que Daniel Luis Mogendorff recebia altos pagamentos de Luís Miranda, como mostra um vídeo gravado durante a investigação. As entranhas de um jogo sujo pelo poder e pelo dinheiro. A investigação revela que, quando os mundos cibernético e da política se encontram, restam poucos ingênuos, e sobram ‘espertos’. Como separar entre quem quer apenas alertar contra golpes, e aqueles cujos verdadeiros interesses são lucrar e praticar extorsão?

Últimos vídeos do Canal no YouTube