Fátima Bernardes e o biólogo Marcelo Szpilman no Encontro (Reprodução/TV Globo)

Nesta sexta-feira (11), o Encontro com Fátima Bernardes falou sobre o derramamento de óleo que aconteceu em algumas praias brasileiras e também a poluição encontrada no Complexo lagunar de Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

O biólogo Marcelo Szpilman, que estava no palco do matinal, abordou o assunto. “Acho importante alertar todo mundo, eu já venho fazendo isso há 30 anos, que pequenas ações, por exemplo, muitas pessoas jogam cotonete na privada”, apontou o especialista.

“Fio dental, achando que não tem problema, puxou a descarga, sumiu da vista dela, uma coisa muito infantil. Só que esse cotonete, esse fim dental, pita de cigarro, vão pro mar, e lá vão matar uma série de animais marinhos”, afirmou.

“Pequenas atitudes, as pessoas acham ‘ah, aquilo ali não sou eu, não tenho culpa’. Nós temos culpa de pequenas ações”, apontou o profissional, que depois resolveu dar um exemplo polêmico.

“Por exemplo, quando você vai tomar banho, liga o chuveiro, se molha, fecha o chuveiro. Mas a maioria das mulheres infelizmente não conseguem fazer isso”, disparou Marcelo, que rapidamente foi interrompido por Fátima.

“Não só mulheres, né? Homens também”, reagiu a comunicadora. “Homens também. É um policiamento que tem que existir”, concordou Manoel Soares, repórter do programa. Na web, o comentário deu o que falar.

Veja:

Últimos vídeos do Canal no YouTube