Lisandra Cortez (Reprodução: Instagram)
Lisandra Cortez (Reprodução: Instagram)

A vilã Débora da novela infanto-juvenil As Aventuras de Poliana, trouxe a sua intérprete, Lisandra Cortez, o ônus e o bônus do sucesso de uma personagem marcante. A atriz de 35 anos, tem sofrido ataques de fãs da novela que shippam o casal Luísa (Thaís Melchior) e Marcelo (Murilo Cézar), protagonistas adultos da história de Iris Abravanel.

Tudo isso porque Lisandra Cortez e Murilo Cézar assumiram namoro na vida real. Tal fato ocasionou uma confusão entre os fãs; principalmente entre crianças. Elas acreditam que Marcelo esteja namorando com a vilã e tia Luísa esteja sendo enganada.

Lisandra Cortez e Murilo Cézar são namorados na vida real (Reprodução: SBT)
Lisandra Cortez e Murilo Cézar são namorados na vida real (Reprodução: SBT)

Em entrevista concedida ao Observatório da Televisão durante o Teleton 2019, a atriz afirma estar lidando bem com a situação. “Eu acho que está tudo bem. São adolescentes, são crianças, e, muitas vezes acontece essa mistura mesmo. Essa coisa de confundirem quando o personagem é forte, marcante. Isso pode acontecer, ainda mais uma novela que tem público adolescente“, explicou.

Quando o assunto é sucesso e a continuidade da novela, Lisandra Cortez diz estar confiante no futuro de sua personagem, porém, não acredita em uma redenção dela para os próximos tempos. “Está muito bom, a repercussão tem sido ótima. A personagem está tendo o lugar que é dela. Lugar este que gera toda essa confusão, essa intriga. Mas isso, por um lado é maravilhoso, significa que o trabalho está indo bem, que está acontecendo, estou bem feliz!“, ressalta a profissional, que também esteve em outras novelas da casa como Amigas e Rivais (2017) e Chiquititas (2013).

Segunda temporada

Por incrível que pareça, não sabemos de nada ainda. Todo mundo quer continuar contando essa história, é uma equipe muito unida. Tomara que todos sigam e continuem“.

Redenção de Débora

Se isso acontecer, será lá no final da história. Acho que por enquanto não porque tem muita história pela frente. Mas, nada é impossível, pode ser que lá no final alguma coisa aconteça“.

Entrevista feita pelo jornalista Paulo Henrique***

Últimos vídeos do Canal no YouTube