Érico Brás, Fernanda Gentil e Fabiana Karla, apresentadores do Se Joga
Érico Brás, Fernanda Gentil e Fabiana Karla, apresentadores do Se Joga (Divulgação/TV Globo)

Aconteceu nesta sexta-feira (20) a coletiva de imprensa do programa Se Joga, nova atração das tardes da Globo. O Observatório da Televisão esteve presente com o jornalista André Romano. Apresentado Fernanda Gentil, Érico Brás e Fabiana Karla, o programa de entretenimento terá a missão de tentar atrair um público que não tem sintonizado tanto a Globo assim.

Ele será exibido na faixa das 14h30, disputando com A Hora da Venenosa, quadro do Balanço Geral, que é líder de Ibope na Record TV. Perguntada sobre o assunto, Fernanda Gentil disse que não se tem nenhum pré-requisito para o que vai ser abordado no programa ou não. O bom senso será o meio termo usado pela equipe e apresentadores.

“Sobre fofocas, nós nao temos nenhum pré-requisito. Sendo de interesse do público, nós vamos informar. Nós temos um novo formato, teremos o nosso jeitinho de cuidar de cada editoria. A nossa preocupação é ser moderno, simples, didático, com o um português claro. Vamos falar da Globo, porque muita coisa acontece aqui dentro, mas decidimos dar o nosso jeitinho”, diz Gentil.

“Quando a gente fala sobre humanizar o programa, passa muito por isso, de escolher a fofoca que vai ou não ao ar. A gente não pode ignorar esse assunto. Se o público quer falar disso, não podemos ignorar. Acho que o nosso limite é o bom senso. A gente vai falar de fofoca, que até é uma palavra que a gente não gosta por que leva muito pro lado negativo, mas esse limite, nós e ele vamos colocar”, concluiu ela.

Se Joga não quer estimular rivalidade entre Globo e Record TV no horário e Gentil relata dificuldade para sair do esporte

Entretanto, sobre sua transição para o entretenimento, Fernanda Gentil disse que esperava que fosse mais fácil a transição, feita oficialmente em janeiro deste ano. No entanto, ela comenta que foi bastante feliz no esporte e comenta que o Se Joga é algo totalmente diferente em relação ao que já fez na carreira.

“Eu virei essa chavinha em janeiro desse ano. Achei que seria mais fácil, mais natural. Mas foi doloroso, foi delicado. Mas acho que a gente tem que fechar ciclos para abrir outros. Foram 10 anos no Esporte e fui muito feliz lá. Eu sou muito movida em desafios. Eu tenho experiência como apresentadora, mas isso é totalmente diferente do que eu já fiz na minha carreira”, afirma Gentil.

De forma curiosa, Fernanda Gentil, Érico Brás e Fabiana Karla preferiram não falar sobre os concorrentes da Record TV e preferiram não falar sobre o assunto. A torcida da produção do Se Joga é que todos façam seu trabalho da melhor maneira possível e entreguem bons produtos para o telespectador.

“A gente não quer falar de guerra, não falar de concorrência. Como todos os horários da televisão brasileira, temos concorrentes. Não é inimigo, não é guerra. Torço muito para que eles façam o deles, e a gente consiga entrar o nosso da melhor maneira possível. Tomara que todo mundo vá bem, que todo mundo dê audiência, e que quem quiser se jogar com a gente, o lugar é aqui”, concluiu Fernanda Gentil.

Últimos vídeos do Canal no YouTube