Adriana Esteves e Eduardo Moscóvis brilharam como protagonistas de O Cravo e a Rosa (Divulgação / Viva)
O Cravo e a Rosa (Divulgação/TV Globo)

Lançado em 2010, o Viva, que faz parte do Grupo Globosat, possui motivos de sobra para comemorar os números deste ano. Entre janeiro e agosto, a emissora paga chegou ao segundo lugar no ranking de canais de TV por assinatura.

Além disso, O Cravo e a Rosa (2000), enredo das 18h de Walcyr Carrasco protagonizado por Adriana Esteves e Eduardo Moscovis e que está sendo reprisado no canal, é o folhetim de maior audiência da história do veículo de comunicação.

Vale lembrar que no mês passado, foi revelado que a emissora reexibirá Mulheres Apaixonadas (2003), de Manoel Carlos. A produção estreará em agosto de 2020, substituindo O Clone, que será lançada dia 9 de dezembro.

Ti-Ti-Ti (1985), de Cassiano Gabus Mendes, vai entrar no lugar de Selva de Pedra (1986), em fevereiro. E no lugar de Cabocla (2004), foi escolhido Chocolate com Pimenta (2003). As informações são de Patrícia Kogut.

Últimos vídeos do Canal no YouTube