Protagonistas da série Aruanas (Divulgação / Globo)
Protagonistas da série Aruanas (Divulgação / Globo)

No início da noite desta quarta-feira (4), o Globoplay anunciou que liberou de forma gratuita a série Aruanas por uma semana ao público em geral. A intenção da liberação é por conta do chamado dia da Amazônia, comemorado no dia 5 de setembro. A liberação de Aruanas ocorrerá no mesmo dia.

Com isso, a série protagonizada por Taís Araújo, Leandra Leal, Débora Falabella e Thainá Duarte terá todos os seus episódios abertos até o dia 11 de setembro. O programa é uma coprodução Globo e Maria Farinha Filmes, escrita por Estela Renner e Marcos Nisti, com colaboração de Pedro de Barros. A série teve 10 episódios produzidos e foi lançada oficialmente em julho.

Aruanas conta a história de três amigas idealistas fundam a ONG ambiental Aruana e investigam as atividades de uma mineradora que atua na Amazônia, onde estranhos fatos ocorrem: pedidos de socorro anônimos, pessoas adoecendo de forma misteriosa, assassinatos e ameaças aos povos indígenas.

As ativistas, cada uma em sua trilha investigativa, criam um mosaico de evidências que leva a um grande esquema de crimes ambientais envolvendo garimpos ilegais e uma renomada mineradora nacional. Enquanto desvendam uma perigosa teia de crimes e segredos, essas mulheres precisam lidar com seus próprios fantasmas e dramas pessoais. 

A série contou com a parceria técnica do Greenpeace e conta o apoio de algumas das maiores e mais importantes organizações sociais de direitos humanos e ambientais do mundo, como ONU Meio Ambiente, Anistia Internacional, Alana, APIB (Associação dos Povos Indígenas do Brasil), Conectas Direitos Humanos, Global Witness, Greenfaith e Imazon.

Também apoiaram o projeto os institutos Ipam (Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia), Instituto Socioambiental, Iser (Instituto de Estudos da Religião), Justiça Global, Open Society, Foundations, Rainforest Interfaith Initiative, WWF Brasil, 350 Org, entre outras. 

Últimos vídeos do Canal no YouTube