Érico Brás era pura animação na coletiva de lançamento do Se Joga, programa que a Globo estreia no próximo dia 30 (segunda-feira) em sua grade vespertina. Em entrevista ao Observatório da Televisão, ele falou sobre a rotina de gravações com as demais apresentadoras, Fernanda Gentil e Fabiana Karla.

Elas fazem bullying comigo de vez em quando. [risos] Mas é tudo permitido aqui, entre nós, com muito respeito. É um dos temperos da nossa liga. Essas brincadeiras nossas dos bastidores são o que estamos levando pro palco, com muita sinceridade, com muita verdade. Acho que o telespectador vai gostar“, torce o artista de 40 anos.

O convite para o programa veio num momento inesperado para Érico. Ele desfrutava de férias na Nigéria quando a Globo o chamou. “No meio do passeio, a produção me ligou e disse: ‘cara, a gente tem um teste aqui, algo que queria muito que você viesse. Aí corri, antecipei minha volta, vim. Encontrei Fernanda, a gente fez o teste e eu já fui caindo dentro“, relata, bem humorado como de costume.

Ciente de que será o único apresentador negro a aparecer diariamente na TV aberta, Brás não foge da responsabilidade que isso acarreta. “As três pessoas que estão no palco formam um combo de representatividade muito grande. Tem nordestino no palco, tem negro, tem gordinha, tem mulher… O Se Joga vai contemplar a diversidade brasileira“, vislumbra.

(entrevista realizada pelo jornalista André Romano)

Últimos vídeos do Canal no YouTube