Lo-Hanna Magnavita: jornalista foi afastada da Record TV após vídeo com briga sua viralizar nas redes sociais (Reprodução/Record TV Cabrália)
Lo-Hanna Magnavita: jornalista é demitida da Record TV onze dias após vídeo com briga sua viralizar nas redes sociais (Reprodução/Record TV Cabrália)

A Record TV Cabrália, afiliada da emissora paulista no interior da Bahia, decidiu demitir a apresentadora a jornalista Lo-Hanna Magnata nesta terça-feira (10), onze dias depois de um vídeo onde se envolve em uma confusão com um PM e seu marido viralizar nas redes sociais.

A informação foi confirmada pelo Observatório da Televisão com fontes ouvidas na cabeça de rede da Record TV na Bahia, localizada em Salvador (BA). A reportagem tentou entrar em contato com a jornalista durante todo o dia desta terça, mas não obteve sucesso. A Record TV Cabrilha também não atendeu aos telefonemas da reportagem.

A confusão em que Lo-Hanna se envolveu ocorreu no último dia 27 de agosto, na cidade de Itabuna, que fica a 436 km de capital baiana. Lo-Hanna registrou um policial militar a paisana tentou prender em flagrante um jovem que roubou biscoito em um mercado da região.

Acompanhada de seu marido, Lo-Hanna entendeu que o PM estava exagerando na abordagem, agredindo o jovem quando ele já estaria algemado. No entanto, o PM começou a discutir com o esposo da jornalista. Por conta da celeuma, ela decidiu filmar a cena.

O vídeo que viralizou tem um minuto e meio e flagra agressões dos dois lados. A discussão acalorada chegou, em alguns momentos, as vias de fato. O fato ganhou repercussão nacional após uma reportagem do Observatório da Televisão. Lo-Hanna estava afastada desde o dia 29 de agosto por conta da repercussão da história.

Nas redes sociais, Lo-Hanna foi acusada de defender o ato do jovem e de “defender bandido”, o que ela negou em sua conta no Instagram. Por conta das ofensas, ela trancou a sua conta no Instagram. Após a briga, ela registrou boletim de ocorrência e disse que pretendia processar o policial.

PM da Bahia fez sindicância para investigar vídeo com apresentadora da Record TV

A assessoria de imprensa da Polícia Militar da Bahia (PM-BA) afirmou que abriu uma sindicância para investigar o caso. “O comando do 15º BPM abriu uma sindicância para apurar as circunstâncias do fato ocorrido entre um policial militar e um casal em Itabuna”, diz a nota.

A Associação dos Policiais e Bombeiros do Estado da Bahia (Aspra) divulgou nota defendendo a ação do policial militar e disse que Lo-Hanna e seu marido colocaram a própria vida em risco.

Sobre a demissão de Lo-Hanna Magnavita, o Sindicato dos Trabalhadores em Emissoras de Rádio e Televisão (Stert) não se pronunciou. Já o Sindicato dos Jornalistas da Bahia (Sinjorba) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI) informaram que vão se manifestar nesta quarta-feira (11).

Veja o vídeo com a confusão que custou o emprego para Lo-Hanna Magnavita:

Últimos vídeos do Canal no YouTube