Na Globo, Órfãos da Terra ainda tem mais alguns dias de exibição – especificamente, ela segue no ar até o próximo dia 28 (sábado). Mas, para a atriz Alice Wegmann, a história de Duca Rachid e Thelma Guedes chegou ao fim nesta sexta (20). Foi o último dia de gravação da obra para a intérprete da vilã Dalila.

Em seu perfil pessoal no Instagram, a loira publicou um longo texto, resumindo a experiência de dar vida à antagonista libanesa do folhetim global. “Não sei me despedir de personagem. É quase como se apaixonar, viver um amor e de repente ele dizer que tá indo fazer intercâmbio. Só que ele não volta nunca. Vai morar no exterior pra sempre. É estranho, esquisitaço. Não sei em quantas sessões de análise se resolve isso. Será que se resolve um dia? Será que tem um limite?“, filosofou a atriz.

Quando eu fui buscar Dalila eu não tinha ideia do que ia encontrar. Eu remexi em tanta coisa, cavei, costurei. Esse ano eu renasci. E essa personagem teve parte nisso, nesse renascimento, nessa redescoberta. Viver tanta coisa diferente de mim pra então me encontrar. Mais“, acrescentou. “Vivo agora uma nova Alice, transformada, diferente, renascida. Obrigada de coração a todo mundo que fez parte disso.

View this post on Instagram

algumas lembranças, porque hoje foi meu último dia de gravação. não sei me despedir de personagem. é quase como se apaixonar, viver um amor e de repente ele dizer que tá indo fazer intercâmbio. só que ele não volta nunca. vai morar no exterior pra sempre. é estranho, esquisitasso. não sei em quantas sessões de análise se resolve isso. será que se resolve um dia? será que tem um limite? será que vai ter algum dia que eu vou chegar lá e ela vai falar OK MINHA FILHA JÁ DEU CHEGA DE SOFRER POR PERSONAGEM VAI TE EMBORA e então todos os vazios acabam? quando eu fui buscar Dalila eu não tinha ideia do que ia encontrar. eu remexi em tanta coisa, cavei, costurei. esse ano eu renasci. e essa personagem teve parte nisso, nesse renascimento, nessa redescoberta. viver tanta coisa diferente de mim pra então me encontrar. mais. trabalhar com o que se ama é dos maiores privilégios que a gente pode ter. mas nada, nada se faz sozinho. e tudo o que vivemos aqui foi coletivo. essa novela tinha esse propósito, inclusive… e é disso que mais dá saudade quando um trabalho acaba… das trocas sinceras, dos trocadilhos em árabe, soltar uma intimidade qualquer, trocar uma ideia entre um corta e um ação. aqui eu tive muitos encontros – alguns mais rápidos, outros menos. mas todos verdadeiros. e levo tudo e todos comigo, e vivo agora uma nova Alice, transformada, diferente, renascida. obrigada de coração a todo mundo que fez parte disso. @ducarachid @thelmaguedes e colaboradores, Gustavo André Ale Bruno Lúcio Ricardo todo todos os assistentes, elenco equipe e todo mundo que colocou um pouco de si aqui 🖤 essa novela fala sobre gente. e a gente só pode contar porque pessoas que vieram de outros países se dispuseram a contar ela conosco. obrigada todo mundo. Shukran.

A post shared by Alice Wegmann (@alice.weg) on

Últimos vídeos do Canal no YouTube