Sandra Echverría como Paulina e Paola em A Usurpadora (Reprodução / Las Estrellas)

A Televisa acaba de definir o cronograma de exibição do remake de A Usurpadora, que já está com suas gravações praticamente concluídas na Cidade do México. A nova versão da história protagonizada em 1998 por Gabriela Spanic está marcada para o dia 2 de setembro, no horário nobre do canal Las Estrellas.

La Usurpadora será transmitida de segunda a sexta, na faixa das 21h30, atualmente ocupada pela segunda temporada da série Sin Miedo a La Verdad. Entre uma atração e outra, o Las Estrellas transmitirá ainda Luis Miguel, La Serie, produzida pela MGM e a Netflix, com base na biografia do cantor Luis Miguel.

Esta atualização de La Usurpadora foi produzida em formato de série e contará com apenas 25 capítulos – a novela original dispunha de 102. A história tem início quando Paola de Bernal (Sandra Echeverría), primeira dama do México, descobre na Colômbia uma irmã gêmea que nunca pensou ter: Paulina Miranda (Sandra Echeverría).

Querendo se livrar de sua massante rotina para fugir com o amante (Juan Martín Jáuregui), Paola sequestra Paulina e a obriga a substituí-la junto à família de seu marido, o presidente mexicano Carlos Bernal (Andrés Palacios).

O objetivo da vilã é assassinar Paulina durante o período de usurpação, a fim de forjar a própria morte. O problema é que Paulina sobrevive ao atentado da gêmea do mal e, de quebra, ainda se apaixona pelo marido dela.

Últimos vídeos do Canal no YouTube