Yudi Tamashiro foi um dos convidados do Programa da Maisa deste sábado (13). O coreógrafo relembrou com as colegas Maisa, e Priscilla Alcantara seu tempo como apresentador do Bom Dia & Cia, e falou do momento que aconteceu sua conversão religiosa, algo que segundo ele marcou um recomeço de sua vida.

Eu tava louco né. Tava bebendo demais. Tava jogando tudo o que eu tinha conquistado para o ar, e a Priscilla me mandou uma mensagem dizendo que me mandaria uma corrente da Igreja. Pensei ‘que estranho mano, maior tempão que não falo com a Priscilla’, aí naquela tarde, o Dodô que trabalhou a vida toda comigo, apareceu na minha casa e falou ‘Yudi, vamo para um rolê diferente hoje’? E eu falei ‘Aconteceu um negócio pesado comigo na noite anterior, eu tô meio assim com medo de sair’, e ele disse ‘vamo para a Bola de Neve, a igreja’”, começou ele.

Respondi: ‘para a igreja não mano’. Perguntei se lá tinha mulher porque meu pensamento era só mulher, bebida, e ele disse ‘lá você vai encontrar o amor da sua vida’. Quando cheguei lá na Igreja, o pastor falou várias coisas que pareciam que eram para mim, e era tipo um soco que eu tava recebendo no coração. Aí falei ‘Deus, eu quero um recomeço na minha vida’”, continuou o vencedor da segunda temporada do Dancing Brasil.

Eu costumo falar que não encontrei a mulher da minha vida, mas encontrei o meu pai, o pai do meu pai, e para mim foi emocionante. Passou uma semana, recebi uma proposta de trabalho, e as coisas foram acontecendo. Minha visão do mundo e da minha vida mudaram totalmente. Hoje o que eu quero é estar dividindo o amor que sinto com as outras pessoas que eu amo”, revelou.

Bom Dia & Cia

Durante o bate papo, Yudi contou que ele se atrasava muito para o Bom Dia & Cia, mas não por irresponsabilidade e sim porque morava afastado de São Paulo, onde eram feitas as gravações, e levava aproximadamente 3 horas para chegar.  Priscilla Alcantara disse que ele comia comida às sete da manhã e ele contou sobre a situação.

Meu pai é feirante, e de manhãzinha amigão, você tem que comer logo uma marmitona para poder aguentar descarregar o caminhão, então fui acostumado a comer muito. Então eu comia rabada, feijoada, tudo de manhã. Eu amava. De vez em quando eu ainda acordo e penso: ‘que vontade de comer uma feijoada sete horas da manhã’, e como”, disse Yudi.

Últimos vídeos do Canal no YouTube