Celso Portiolli no The Noite com Danilo Gentili
Celso Portiolli no The Noite com Danilo Gentili (Foto: Gabriel Cardoso/ SBT)

O animador Celso Portiolli foi o convidado desta quinta-feria (18) do programa The Noite com Danilo Gentili. Num bate-papo pra lá de descontraído, o apresentador do Domingo Legal relembrou momentos marcantes de sua trajetória na telinha e revelou como deu seus primeiros passos na carreira artística.

“Eu comecei no rádio, atendendo telefone. Tinha uma voz bem fininha na época – no telefone, me confundiam com minha mãe, minha irmã. Eu tentei em Curitiba fazer teste em várias emissoras. Visitava todas as emissoras, virei persona non grata [nesses lugares], de tão chato que eu era”, recordou o apresentador, acrescentando que teve sua primeira oportunidade enquanto comunicador ao entrevistar a atriz Cláudia Raia.

Ele também falou sobre a ansiedade de estrear à frente do Passa ou Repassa, substituindo Angélica no comando da telegincana. “A Angélica estava chorando no palco e eu chorando de alegria. ‘Vai embora’”, brincou Celso.

“Eu tinha o cabelo de um determinado jeito antes de entrar no ar. Era praticamente um Menudo. No dia em que eu fui gravar [pela primeira vez], cortaram o meu cabelo curtinho. Eu entrei [no palco] já me estranhando, porque eu olhava no espelho e não me via”, recordou, sobre a ocasião. “Quando pisei no palco, 250 alunos me vaiaram. Eu queria morrer. Estava saindo a Angélica e entrando um ‘zé ninguém’!”

Últimos vídeos do Canal no YouTube