Rock (Caio Castro) em A Dona do Pedaço
Rock (Caio Castro) em A Dona do Pedaço (Divulgação/ TV Globo)

Caio Castro atualmente vive Rock, um boxeador e aspirante a campeão em A Dona do Pedaço. Na trama depois de ser acusado de roubo por Maria da Paz, o rapaz se envolveu com a vilã Fabiana (Nathalia Dill), e fez o público suspirar com as cenas quentes entre os personagens, exibidas no capítulo deste sábado (15). O ator, porém, descarta qualquer possibilidade de que o personagem seja um mau-caráter, tal qual a noviça.

“Ele é um moleque bonzinho, e passa muita necessidade. Ele tem a vontade de ser um lutador profissional, um Mike Tyson da vida, quer chegar no topo do esporte, mas não tem recurso. É difícil chegar a algum lugar sem recurso, mas ele tem uma parada que é o mais interessante, que serve de combustível para a maioria dos campões: Ele pega todo esse preconceito, raiva, olhar de superioridade que recebe de outras pessoas e transforma em uma força descomunal”, explicou Caio em entrevista ao Observatório da Televisão.

Nos capítulos futuros da trama, o personagem deve ganhar ainda mais destaque e afeição do público, já que será humilhado publicamente por Maria da Paz (Juliana Paes) depois de mais uma armação de Josiane (Agatha Moreira) conforme adiantamos em primeira mão. “Ele precisa para tirar a família daquela situação, e quando ele pede patrocínio, ele quase se humilha, chega na humildade. Parece redundante nos primeiros momentos, mas ele não está querendo dinheiro para comprar roupas, relógios… Ele só quer o dinheiro para comprar suplementos, contratar alguém para treiná-lo melhor”, defende o ator com unhas e dentes.

Incerteza com a carreira

Caio Castro conta que nos primeiros anos de sua carreira, não entendia que tinha uma carreira como ator, considerando seus papéis apenas como trabalho, e que a pausa de um ano que fez em 2012, serviu para ele repensar sua vida profissional. “Eu fiquei um ano fora e pude avaliar o que gostava ou não. Quando voltei para a TV em 2013, fiz uma novela das 21h (Amor à Vida) e a partir daí eu consegui perceber que mais que ter um trabalho que me desse um retorno financeiro, eu tinha uma paixão, que era fazer bons personagens”.

Segundo ele, até 2012, sempre era escalado para fazer o mesmo tipo de personagem – mocinhos – , mas que hoje abraça cada oportunidade de fazer tipos diferentes, e elogia seu núcleo em A Dona do Pedaço: “Todo mundo está atrás de dinheiro. Toda hora o Rock pede patrocínio (risos). É uma lição, até em relação à parte técnica dos atores. A minha mãe é a Morgana do Castelo Rá Tim Bum, não dá para passar por cima disso. Ela é parte da minha infância”.

Últimos vídeos do Canal no YouTube