Montagem e Décio Piccinini no Fofocalizando e Suelem e Jamil Cury
Montagem e Décio Piccinini no Fofocalizando e Suelem e Jamil Cury (Reprodução)

Comando por Décio Piccinini, Leão, Lobo, Mamma Bruschetta, Lívia Andrade e Leo Dias nas tardes do SBT, o Fofocalizando repercutiu as participações da Mulher Pera e Mulher Melão no SuperPop da Rede TV. As duas tiveram uma discussão no programa de Luciana Gimenez no que dizia respeito às carreiras de ambas.

Ao falar sobre o caso, no programa de fofocas do SBT desta quinta, (23), Décio Piccinini disparou: “Tem uma frase do Leo Dias que define essa briga aí, ‘pegou fogo no quengaral’, pronto!”. Já Leo Dias, relatou não conhecer Suelem, a Mulher Pera. “Não entendi o debate, eu sou meio lento. A moça ali não queria ser lembrada como Mulher Pera, mas nunca vi a cara daquela moça”, disse ele.

Leão Lobo então explicou que Leo não conhecia a Mulher Pera, por ela ter sido uma funkeira em São Paulo, não sendo tão popular no Rio de Janeiro, cidade em que o fofoqueiro morava. “Eu sou paulista e nunca vi essa fruta na feira”, opinou Lívia Andrade. O marido de Suelem Cury, Jamyl Cury, estava assistindo ao programa e não gostou nada do que ouviu.

Em entrevista exclusiva ao Observatório da Televisão, o empresário afirmou ter ficado indignado com tais falas. “Fiquei extremamente revoltado com a falta de profissionalismo deste Sr. chamado Décio Piccinini. Se referir a uma discussão de opiniões como ‘fogo no quengaral’ não é nem de longe uma postura adequada para alguém que apresenta um programa numa emissora de TV aberta”.  

O marido da modelo e agora empresária exige que o comunicador e o SBT se retratem sobre o ocorrido, ou irá à justiça. “Creio que o mesmo tenha cultura suficiente para saber o significado da palavra quenga! Exijo uma retração pública, caso contrário, tomarei as providências legais e não estou para brincadeiras”, disse.

Sobre Leo Dias e Lívia Andrade

Jamil também lamentou a forma como a esposa foi tratada. O empresário fez duras críticas ao comportamento de Leo Dias e Lívia Andrade no ar. “Outro aspecto que ressalto, é a postura ridícula de dizerem que não conhecem a personagem Mulher Pera. O próprio Sr. Leo Dias já publicou matéria sobre ela no seu próprio blog. Estranho, não? Se a Lívia Andrade desconhece a existência da Mulher Pera está no programa errado, já que se trata de uma atração dedicada exclusivamente a notícias sobre o meio artístico que, no mínimo, ela deveria conhecer mais profundamente.”

Suelem também se posicionou sobre os comentários dos apresentadores do SBT. “Estou muito chateada e decepcionada com o que foi dito sobre mim no programa. Nunca falei mal do funk e nem me arrependi de ter feito parte deste segmento. Falei, sim, que me arrependi de ter entrado na onda do meu ex-empresário, de explorar excessivamente o meu corpo, de coreografias vulgares, letras de músicas de duplo sentido, de ter me colocado em segmentos que não tinham nenhuma relação com a personagem Mulher Pera, como na política e me fazendo apresentar o programa infantil A Fadinha do Brasil”, iniciou ela.

“Falei sobre a minha história e tenho todo o direito do mundo de me arrepender e de dar a minha opinião! Nunca fiz nada que desse o direito a alguém de me qualificar como membro de um ‘quengaral’! Mais dignidade e respeito com as pessoas, por favor! Quem assistiu o SuperPop, viu que estava citando sempre meu ex-empresário e falando da minha história”, finalizou a modelo.

Até o fechamento desta nota, o SBT não havia se posicionado oficialmente sobre o assunto.

Últimos vídeos do Canal no YouTube