André Marques
André Marques (Reprodução)

Além de Miguel Falabella, Cissa Guimarães e Angélica, outro nome forte do extinto Vídeo Show é o do apresentador André Marques. Ao Observatório da Televisão, Marques lamentou o fim da atração que mostrava os bastidores da Globo. O vespertino chegou ao fim no começo deste ano após 36 anos no ar.

Na atração, André Marques dividiu a bancada com Ana Furtado, Fiorella Matheis, Giovanna Tominaga e Luigi Baricelli. De acordo com André, o Vídeo Show contribuiu para a cultura do país. O profissional destacou que a agenda cultural, quadro da atração, era importante para divulgar o trabalho dos artistas e ainda levar a arte para vários cantos do Brasil.

No bate-papo, Marques relembrou que o programa chegou a sair do ar uma vez sob a gestão de Marluce Dias da Silva. “Ela tirou em dias de semana e passou a exibir só aos sábados, Vídeo Show Festa. Foi aí que eu fiz algumas coisas. O Tony Ramos e outros artistas, elenco da TV Globo, chegaram a fazer um abaixo-assinado pedindo a volta do programa”.  

“Uma vez foi proibida agenda cultural. Ficamos arrasados. Nos bons tempos o programa dava 30 pontos. A arte precisa de divulgação. Antes não tinha essa parada de rede social. A gente não divulgava só famoso não, tinha um pouco de tudo. Foi muito marcante”, diz Marques que segue no É de Casa e no The Voice Kids.

Convidado para tocar na festa da Hawuei no Palácio Tangará na última terça (30), em São Paulo, André revelou que torce para a volta do Vídeo Show, talvez com outro estilo. “Um formato mais light, aos sábados, com o resumão da semana, com a agenda da semana. Seria uma coisa muito bacana”.

Últimos vídeos do Canal no YouTube