Reinaldo Gottino,, Fabíola Reipert e Renato Lombardi comandam o quadro A Hora da Venenosa
Reinaldo Gottino, Fabíola Reipert e Renato Lombardi comandam o quadro A Hora da Venenosa (Foto: Edu Moraes/Divulgação Record TV)

Acabou o ‘jornalismo gravado’ da Record. De acordo com o colunista Flávio Ricco, o novo vice-presidente do canal da Barra Funda, Antonio Guerreiro, baixou uma ordem para que todos os informativos produzidos e exibidos pela emissora sejam veiculados ao vivo. A nova regra começa a valer a partir deste sábado (16).

A justificativa apresentada por Guerreiro para esta nova exigência é que, com tantos fatos importantes acontecendo a todo momento, tanto no cenário nacional como internacional, a cobertura em tempo real se torna algo praticamente obrigatório. Na visão dele, trata-se apenas de uma questão de respeito à audiência.

Leia mais: Record escala Balanço Geral ao vivo para bater de frente com estreia de Maisa

O primeiro programa a ser imediatamente afetado pela mudança é o Balanço Geral. Até hoje, a atração jornalística sempre entrou no ar gravada. De agora em diante, passa a ser transmitida ao vivo. Isso vale também para o quadro A Hora da Venenosa. Fabíola Reipert e sua trupe também passarão a ‘fofocar’ em tempo real.

Por enquanto, esse modelo será adotado apenas na matriz da Record, em São Paulo (SP). A ideia, porém, é aplicar o mesmo sistema também às outras praças cobertas pela emissora. Boletins jornalístico ‘de emergência’, do tipo que interrompe a programação sem aviso prévio quando a pauta exige, também deverão ser reforçados.

Conheça nosso canal no YouTube