Bela Gil lança novo livro (Divulgação/ GNT)
Bela Gil lança novo livro (Divulgação/ GNT)

No lançamento do novo livro, Bela Cozinha – Da raiz à flor: Um novo olhar sobre os ingredientes do dia a dia, Bela Gil falou com o TV Fama nesta terça-feira (19). O quinto livro da apresentadora do GNT foi lançado em uma livraria na Zona Sul do Rio de Janeiro. Questionada pela repórter sobre a expectativa de lançar mais um livro, Bela respondeu: “Estou muito feliz por tratar de uma questão tão importante como o desperdício de alimentos”, comemorou.

Na sequência, a culinarista falou sobre um assunto que gerou certa polêmica na mídia. Após o parto de um de seus filhos, ela admitiu que comeu a sua própria placenta. “É riquíssima em antioxidantes, rica em ferro e repõe os minerais. Porém, nem tudo foi como disseram. Não fiz como se fosse um fígado acebolado. Bati em uma vitamina e tomei”, explicou.

Em conclusão ao tema, Bela Gil continuou: “Ajuda no humor, na depressão pós-parto e regulariza os hormônios de maneira mais harmônica. Não existem muitas pesquisas sobre isso. Porque talvez não seja tão interessante para indústria”, completa. Em seguida, a repórter do programa da RedeTV! perguntou como é a relação de Bela com a alimentação da família.

“Me pedem e eu dou opinião, mas não sou de ficar palpitando. Há uns oito anos, minha mãe mudou radicalmente a alimentação. Eu a ajudei muito. Ela emagreceu, estava na menopausa e não queria fazer reposição hormonal”, revelou.

Pai presente

O cantor Gilberto Gil, pai da apresentadora, esteve presente no evento, assim como em todos os outros lançamentos da filha. “É o resultado de estudos que ela fez com as questões das plantas comestíveis, da sustentabilidade. Como, utilizar cascas de banana, caroço de jaca. É o trabalho dela em ajudar a humanidade a viver melhor”, disse o músico.

Gil ainda relembrou momentos da infância de Bela. Ele revelou que a filha, quando criança, tinha dificuldades para se alimentar. “Na infância, ela era basicamente enjoada para tudo. Era um escândalo para ir à escola. Chorava, se debatia. Para comer era a mesma coisa. Depois, com o crescimento, a gente já tinha uma alimentação mais macrobiótica. Flora (Gil, esposa do artista) também já tinha uma cozinha mais saudável. Por isso, Bela resolveu se dedicar à nutrição e à alimentação”, contou.

Últimos vídeos do Canal no YouTube